Esportes

Corredora que perdeu patrocínio por causa da gravidez bate recorde de Bolt

Ela superou o jamaicano Usain Bolt, que tem 11 medalhas

05 Out 2019 - 06h00Por Da Redação
Corredora que perdeu patrocínio por causa da gravidez bate recorde de Bolt - Crédito: Reprodução / Instagram Crédito: Reprodução / Instagram

A força da mulher! Dez meses após dar à luz, a corredora Allyson Felix conquistou esta semana sua 12ª medalha de ouro e se tornou na única atleta do Mundo com essa marca em Campeonatos do Mundo.

Ela superou o jamaicano Usain Bolt, que tem 11 medalhas. O curioso é que Allyson Felix  foi desacreditada pelos patrocinadores quando engravidou. Na época, perdeu o apoio financeiro porque as marcas temiam que ela não teria o mesmo desempenho de antes.

Mas dois meses o nascimento da filha – que teve gestação de risco, pré-eclâmpsia e uma cesariana com 32 semanas de gravidez – Allyson voltou a treinar.
 
Agora, 10 meses após o nascimento da filha a velocista norte-americana mostrou o que é empoderamento e venceu o segundo segmento na estafeta mista 4×400 metros no Mundial de Doha.

Luta pelas mulheres

A atleta medalhista é conhecida por lutar pelos direitos das mulheres no esporte, que costumam não receber patrocínio durante e após a gravidez.

“Eu tive que lutar muito este ano – pela minha saúde, pela minha filha, pelas mulheres e mães, pelo que eu mereço e pelo meu condicionamento físico. Estou realmente orgulhosa de estar no meu 9º campeonato mundial e este é mais especial, porque minha bebê está no estádio para assistir a tudo”, escreveu Allyson no Instagram ao lado de uma foto com a filha.

Que os patrocinadores tenham aprendido, após essa prova de superação, com direito a tapa com luva de pelica.

Fonte: SóNotíciaBoa


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Esportes

Corinthians e Grêmio podem ter desfalques no reinício dos estaduais

Timão anuncia que Cantillo testou positivo para covid-19
Corinthians e Grêmio podem ter desfalques no reinício dos estaduais
Esportes

Campeonato Catarinense continua suspenso por 14 dias

secretário adjunto da Saúde, Aldo Baptista Neto, participou da conferência e ouviu as demandas dos clubes
Campeonato Catarinense continua suspenso por 14 dias
Esportes

Presidente da Federação Catarinense de Futebol teste positivo para Covid-19

Esportes

Mundial por equipes de tênis de mesa é confirmado para início de 2021

Competição será na Coreia do Sul entre 28 de fevereiro e 7 de março
Mundial por equipes de tênis de mesa é confirmado para início de 2021
Ver mais de Esportes