ESPORTE

Com portões fechados, Santos só empata com River Plate-URU e cai na Sul-Americana

26 Fev 2019 - 22h15Por Gabriel Melloni

O Santos viveu noite para esquecer nesta terça-feira. Diante do River Plate-URU, em um Pacaembu com portões fechados, teve uma de suas piores atuações na temporada e não passou de um empate por 1 a 1 com o pequeno time de Montevidéu. O resultado eliminou a equipe de Jorge Sampaoli logo na primeira fase da Copa Sul-Americana.

No confronto de ida, o Santos já havia decepcionado ao ficar no empate sem gols no Uruguai, mas as chances criadas e a desvantagem numérica - Orinho foi expulso - relativizaram o resultado. Nesta terça, não houve ponto positivo a ser apontado. O time pareceu se contagiar com a frieza das arquibancadas vazias e só não saiu derrotado porque Soteldo selou o empate no apagar das luzes.

Punido pela Conmebol pelos incidentes na eliminação da Libertadores do ano passado para o Independiente, neste mesmo Pacaembu, o Santos sabia que não teria o apoio da torcida na primeira fase da Sul-Americana. Provavelmente, porém, não esperava que falta de público fosse tão determinante.

E os primeiros minutos nesta terça trouxeram o cenário esperado, com o Santos em cima. Logo aos dois, Carlos Sánchez fez boa jogada pela direita e tocou para Derlis González, que exigiu reflexo de Gastón Olveira. O time da casa tomou rapidamente o campo de ataque, encurralou o adversário, mas encontrou muita dificuldade para criar.

Com a zona central do campo congestionada pela marcação do River Plate, o Santos tentou as chegadas pelos cantos do campo. Copete e, principalmente, Victor Ferraz eram constantemente acionados. Mas sem uma referência na área, recuavam e recomeçavam. O time rondava a área, rodava a bola de um lado para o outro, mas pouco criava.

Somente em uma cobrança de escanteio, que Gustavo Henrique finalizou rente à trave aos 25 minutos, o Santos voltou a levar perigo. Diante da inoperância do sistema adversário, o River passou a arriscar alguns contra-ataques. Aos 28, Mauro da Luz recebeu na área e só não finalizou à queima-roupa porque Aguilar travou.

Sampaoli deve ter "chacoalhado" os jogadores no intervalo, porque o Santos voltou para o segundo tempo mais agressivo, tentando jogadas individuais. Mas esta empolgação gerou espaços na defesa, que o River soube aproveitar. Aos nove minutos, Pituca perdeu bola no ataque, Olivera recebeu próximo à meia-lua e enfiou com precisão para Mauro da Luz. O atacante arrancou, chegou antes de Vanderlei e finalizou para o gol vazio.

Imediatamente, Sampaoli mexeu na equipe. Entraram Felippe Cardoso e Yuri nas vagas de Pituca e Alison. Mas com o adversário ainda mais fechado, o nervosismo tomou conta dos donos da casa. A única alternativa foi a bola aérea, e o River se segurava sem grandes sustos até os 41, quando um cruzamento de Jean Mota encontrou o baixinho Soteldo, que desviou de canela para a rede.

No desespero, o Santos seguiu tentando pelo alto e viu Copete assustar já nos acréscimos. Mas ficou nisso. Os uruguaios celebraram a inesperada classificação, enquanto os donos da casa focam agora exclusivamente no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 1 X 1 RIVER PLATE-URU

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Copete; Alison (Yuri), Diego Pituca (Felippe Cardoso), Carlos Sánchez e Jean Mota; Derlis González e Soteldo. Técnico: Jorge Sampaoli.

RIVER PLATE-URU - Gastón Olveira; Claudio Herrera, Iván Silva, Agustín Ale e Luis Olivera; Facundo Ospitaleche, Maximiliano Calzada e Juan Pablo Plada; Urruti (Gorga), Mauro da Luz (José Neris) e Juan Olivera (Nicolás Rodríguez). Técnico: Jorge Giordano.

GOLS - Mauro da Luz, aos nove, e Soteldo, aos 41 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Mauro Vigliano (Fifa/Argentina).

CARTÕES AMARELOS - Felippe Cardoso, Yuri (Santos); Maximiliano Calzada, Iván Silva, Luis Oliveira (River Plate-URU).

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Estádio do Pacaembu, São Paulo (SP).

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Hercílio Luz é condenado por escalação irregular com perda de três pontos e multa de R$ 15 mil

Já eliminado, Leão do Sul perde vaga nas quartas de final do Campeonato Catarinense
Hercílio Luz é condenado por escalação irregular com perda de três pontos e multa de R$ 15 mil
Esportes

Jaraguá Futsal vence o Pato pela Copa do Brasil

Com o resultado, o Jaraguá pode até empatar o duelo de volta que se classifica à segunda fase
Jaraguá Futsal vence o Pato pela Copa do Brasil
Geral

Marcada data da licitação do Centro de Treinamento Esportivo

O projeto prevê duas quadras poliesportivas com arquibancadas, vestiários, banheiros, sala administrativa e depósito/almoxarifado
Marcada data da licitação do Centro de Treinamento Esportivo
Esportes

Denúncia de escalação irregular suspende duelo pelas semifinais em SC

Caso envolve defensor do Hercílio Luz, time eliminado pela Chapecoense
Denúncia de escalação irregular suspende duelo pelas semifinais em SC
Ver mais de Esportes