Delivery Much
Esportes

Catarinense está entre três brasileiras que irão representar o Brasil no Mundial de Tênis

A jovem de apenas 14 anos, tem uma vantagem a mais em casa: o pai é o seu treinador

22 Mai 2019 - 14h12Por Camila Silveira Rosa
Catarinense está entre três brasileiras que irão representar o Brasil no Mundial de Tênis - Crédito: Arquivo Pessoal Crédito: Arquivo Pessoal

Às vezes, o silêncio pode ser ruim e sufocante. Às vezes, se calar é a melhor opção. Porém, neste caso, o silêncio é extremamente necessário devido o nível de exigência e concentração que se pede no tênis e, o sentido usado aqui não é do calçado, mas sim esportivo. Se para um empresário o ápice da carreira é o reconhecimento internacional da empresa, para um atleta esse ápice é poder representar o seu país em uma competição internacional. E neste caso, o ápice para os catarinenses é maior ainda. Isso porque a jovem Carolina Laydner, de apenas 14 anos, está na equipe brasileira que joga o Mundial de Tênis na categoria 14 anos, na República Tcheca, em agosto.

A atleta é filiada à Federação Catarinense de Tênis e no início deste mês retornou do Sul-Americano, realizado na Colômbia com medalha de ouro.

Cacá, como é chamada carinhosamente pelos amigos, tem uma vantagem a mais em casa. O pai dela é o seu treinador e isso ajuda a explicar de onde a jovem herdou a paixão pelo esporte.

Cacá e o pai André - Arquivo Pessoal

O pai, André Laydner, comenta que iniciou no tênis com apenas nove anos de idade. Mais tarde se formou em educação física e então virou técnico. Para ele é um desafio treinar a filha.

Entre o lado positivo, destaca-se a facilidade que Carolina tem em treinar, pois se há uma consulta médica, por exemplo, ela pode fazer o treino mais tarde ou até esticar um pouco mais e olha que a atleta está treinamento bastante para as duas competições que antecedem o mundial e para o mundial.

Nesta sexta-feira (24), ela e o pai viajam para Bolívia, onde a atleta vai disputar um torneio chamado de TF para competidores de até 18 anos. Depois, no dia 1 de junho, os dois viajam à Nova Iorque, nos Estados Unidos, onde ele será técnico da seleção brasileira e a filha irá jogar junto com outras meninas, outro torneio envolvendo seis clubes.

Para o Mundial de Tênis de agosto, o Brasil será representando na equipe feminina por Carolina, Amanda Oliveira, do Rio Grande do Sul e Isabelli Torres, do Paraná.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Flamengo perde para Athletico-PR; Internacional dispara na liderança

Furacão joga com inteligência e aproveita falhas do adversário
Esportes

Vôlei de praia: novas duplas e parcerias olímpicas jogam no RJ

Esportes

Chapecoense vence Ponte Preta e assume liderança da Série B

Time catarinense superou Macaca por 1 a 0 com gol no fim
Esportes

Flamengo vence Palmeiras e segue na luta pelo título

Rubro-Negro se impõe em campo e derrota adversário direto por 2 a 0
Ver mais de Esportes