ESPORTE

Abad critica postura do Vasco sobre torcidas no Maracanã; PM aumenta efetivo

16 Fev 2019 - 23h49

O presidente do Fluminense, Pedro Abad, concedeu entrevista coletiva no final da tarde deste sábado, há pouco menos de 24 horas da final da Taça Guanabara - o primeiro turno do Campeonato Carioca -, contra o Vasco, no estádio do Maracanã, para falar sobre o descumprimento da decisão judicial por parte do Complexo Maracanã Entretenimento (CME). E criticou a postura do rival de São Januário com relação ao assunto.

Para o dirigente tricolor, a torcida do Fluminense deve ocupar o setor sul da arquibancada do Maracanã na final deste domingo, atendendo a uma liminar dada na última sexta-feira pelo juiz Sandro Lucio Barbosa Pitassi, da 37.ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O clube das Laranjeiras obteve esta vitória após notificar o Complexo Maracanã para que cumpra o contrato prévio existente entre as partes.

O problema é que o Vasco, com base no mando de campo ganho por sorteio na Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de janeiro), já começou a vencer ingressos para sua torcida também no setor sul. "O Maracanã foi notificado pessoalmente, eu fui lá, o Vasco deu início às vendas e entendemos que o consórcio deveria avisar ao seu cliente. Então fomos à Justiça, que proferiu liminar concedendo o Setor Sul ao Fluminense. Nossos advogados foram a São Januário, onde foram ameaçados. Houve descumprimento expresso e deliberado de ordem judicial", criticou Pedro Abad.

As declarações do presidente do Fluminense foram dadas poucas horas depois de uma reunião entre ele, o presidente do Vasco, Alexandre Campello, e representantes da Ferj não ter chegado a um consenso. "O Vasco pode jogar no Maracanã quando quiser, operar o estádio quando quiser, mas o lado Sul, quando o Fluminense estiver em campo, é do Fluminense. Um direito contratual", afirmou. "Coloquei muito claramente as questões ao presidente da Ferj, Rubens Lopes, que confusões estavam sendo causadas pelo Maracanã. O Consórcio tomou partido de um clube com o qual não tem contrato comercial".

O mandatário do Vasco bate o pé que a torcida alvinegra ficará no setor sul. "Não houve consenso. Existe a posição da federação, do Bepe (Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos), do Vasco e do próprio Maracanã. Embora exista uma decisão liminar, ela não é possível de ser executada. Temos mais de 20 mil ingressos vendidos, absoluta maioria para a torcida do Vasco no setor sul. Não tem como mudar esse curso agora, nem o local da partida", disse Alexandre Campello.

O presidente do Fluminense convocou os torcedores tricolores à "guerra", no sentido de lotar o setor norte para apoiar o time. "O Fluminense não concorda em nada com a organização desse jogo. Não abrimos pontos de venda em Laranjeiras. Não concordamos com isso. Mas quero chamar nosso torcedor para a guerra amanhã (domingo). Quero dizer que nossos jogadores estão treinando até 1h30 da tarde, em um sol escaldante, estão se matando de treinar. E temos que ganhar o jogo amanhã. Nós vamos ganhar. Vamos para dentro. O time precisa do torcedor. Eu quero que vocês lotem aquele setor que não é o nosso (norte), que não é ali que é o nosso lugar. Mas o time é mais importante do que essa questão amanhã. Vamos lá para guerrear, para batalhar", completou.

Preocupada com toda a polêmica, o tenente-coronel Silvio Luiz, comandante do Bepe, afirmou que usará um efetivo ainda maior do que o empregado na semifinal entre Flamengo e Fluminense, na última quinta-feira, com especial atenção à área externa do Maracanã. O batalhão deverá contar com cerca de 400 policiais na partida deste domingo.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Saúde e Fesporte divulgam portaria conjunta sobre prática esportiva em SC

Liberação das atividades será regrada de acordo com a Matriz de Risco Potencial; portaria divide esportes conforme finalidade e interação entre participantes
Saúde e Fesporte divulgam portaria conjunta sobre prática esportiva em SC
Esportes

Flamengo bate Palmeiras nos pênaltis e leva Supercopa do Brasil

Os rubro-negros conquistaram o bicampeonato da competição
Flamengo bate Palmeiras nos pênaltis e leva Supercopa do Brasil
Esportes

Juventus enfrenta o Marcílio Dias neste sábado em Jaraguá

A partida terá transmissão da Rádio Jaraguá, a partir das 15h30, com narração de Jotha Santos, comentários de Celso Luiz Nagel, reportagens de Sérgio Luiz e plantão esportivo Ilton Piran
Juventus enfrenta o Marcílio Dias neste sábado em Jaraguá
Esportes

Atleta segue rotina diária de treino em busca do ranking olímpico

Atleta segue rotina diária de treino em busca do ranking olímpico
Ver mais de Esportes