Educação

Primeira turma de agentes mirins de defesa civil é formada em Penha

A capacitação dos 33 alunos, com idade entre 9 e 12 anos, durou um semestre e foi realizada por meio de uma disciplina especial na Escola Municipal João Antônio Pinto, no bairro Olaria

25 Ago 2019 - 06h00Por Da Redação
Primeira turma de agentes mirins de defesa civil é formada em Penha - Crédito: Toni Almeida/Prefeitura de Penha Crédito: Toni Almeida/Prefeitura de Penha

Foi realizada na Associação Beto Carrero (ACERB), no município de Penha, a formatura da primeira turma de agentes mirins de proteção e defesa civil. A iniciativa faz parte do Projeto Defesa Civil na Escola e busca despertar nas crianças a percepção de risco e autoproteção. A capacitação dos 33 alunos, com idade entre 9 e 12 anos, durou um semestre e foi realizada por meio de uma disciplina especial na Escola Municipal João Antônio Pinto, no bairro Olaria.

O evento contou com a presença do diretor de gestão de educação da Defesa Civil de Santa Catarina, Coronel BM Alexandre Correia Dutra, do prefeito de Penha, Aquiles da Costa, e da coordenadora municipal de Defesa Civil, Edinéa Corrêa. O mascote da Defesa Civil Estadual, o cão Radar, também marcou presença e interagiu com as crianças reforçando a mensagem: “Defesa Civil Somos Todos Nós”. Durante a cerimônia, também foi realizada a formação do primeiro Núcleo de Proteção e Defesa Civil (Nupdec) de Penha, composto por moradores do bairro.

Segundo a coordenadora municipal, a experiência realizada na Escola João Antônio Pinto foi considerada um sucesso na formação dos pequenos agentes. A unidade escolar foi piloto do projeto em Penha e o objetivo é criar uma disciplina específica nas outras escolas e bairros, como forma de cumprir o Plano de Defesa Civil (PDC) local.

Outro destaque foi a presença do Instituto Federal de Camboriú (IFC), que também foi responsável pelo conteúdo repassado nas aulas.  De acordo com Edinéa, as crianças estão aptas para identificar emergências e possíveis eventos ambientais. "É um trabalho de prevenção e mitigação com percepção de áreas e situações de risco, como alagamentos ou deslizamentos", finalizou.

O Prefeito de Penha parabenizou os formandos, direção da escola, comunidade local pelos avanços alcançados. Da mesma forma os bombeiros militares e professores do IFC presentes. Aquiles lembrou ainda dos momentos difíceis enfrentados no início deste ano quando foram registrados os piores eventos climáticos da história do município.

“Foram exatos 30 dias de diferença entre as duas enxurradas, e gente de 90 anos de idade, moradores de Penha há 50, disseram que nunca viram uma força da natureza tão destruidora”, comentou Aquiles. Para o prefeito, as crianças serão agora multiplicadoras do conhecimento adquirido sobre proteção e defesa civil, colaborando com bombeiros e sociedade.

No decorrer da cerimônia  foi assinado o termo de compromisso para a continuidade do Projeto Defesa Civil na Escola no Município.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

Matérias Relacionadas

Educação

Educação virtual de Jaraguá é referência para o país

Mais de 20 mil estudantes são atendidos no novo sistema
Educação virtual de Jaraguá é referência para o país
Educação

MEC permite incluir atividades a distância no calendário do ano letivo

Diretrizes definidas pelo CNE para todas as etapas de ensino
MEC permite incluir atividades a distância no calendário do ano letivo
Educação

Inep dá novo prazo para pagamento de boletos do Enem 2020

Os novos boletos serão disponibilizados a partir de amanhã
Inep dá novo prazo para pagamento de boletos do Enem 2020
Educação

Governo do Estado define novo cronograma de funcionamento de transporte e educação

Governo do Estado define novo cronograma de funcionamento de transporte e educação
Ver mais de Educação