Educação

MEC lança protocolo para retorno às aulas em instituições federais

Objetivo é minimizar risco de contaminação e garantir segurança

02 Jul 2020 - 06h00Por Da Redação
MEC lança protocolo para retorno às aulas em instituições federais - Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) lançou ontem (1º) um protocolo de biossegurança para retorno das aulas nas 69 universidades federais e 41 institutos federais do país. Esse protocolo traz diretrizes de distanciamento social coletivo em ambientes acadêmicos, além de medidas básicas de prevenção ao novo coronavírus.

O protocolo orienta, dentre outras coisas, o escalonamento das equipes, o trabalho remoto para funcionários do grupo de risco, o respeito ao distanciamento mínimo de 1,5 metro entre uma pessoa e outra e a aferição de temperatura de todos que entrarem nos prédios e nas salas.

O documento também traz orientações já comuns nos tempos atuais, como o uso constante de máscara e higienização das mãos, além de desinfecção com álcool em gel.

“O protocolo não é uma regra engessada, é uma diretriz para as instituições fazerem o retorno às aulas. Tem medidas protetivas individuais e coletivas, [para] salas de aula, laboratórios, transportes coletivos, atividades laborais, entre outros”, disse o secretário de Ensino Superior do MEC, Wagner Vilas Boas, em entrevista coletiva realizada hoje (1º).

Segundo ele, as orientações são para minimizar os riscos de contaminação e garantir segurança necessária a estudantes, docentes e funcionários.

O protocolo completo pode ser acessado na página especial dedicada ao coronavírus no portal do MEC.

O documento foi elaborado por uma equipe do ministério composta por médicos, biólogos e sanitaristas, seguindo orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS). Apesar de ser direcionado às instituições federais, o protocolo pode servir de guia também para instituições de ensino municipais e estaduais.

O ministério já se posicionou favorável ao retorno das aulas, desde que consideradas as recomendações do protocolo. “O desafio é o retorno às aulas e o ministério defende esse retorno. Os institutos e as universidades vão ter que conciliar ensino presencial e a distância”, disse o secretário executivo da pasta, Antônio Paulo Vogel.

Fonte: Agência Brasil


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região?CLIQUE AQUIe receba diretono seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Educação

 Educadores dos Centros de Educação Infantil de Guaramirim participam de formação

A formação foi conduzida pela psicóloga Charlene Feldmann Chiodini que proporcionou reflexões sobre o trabalho nos CEIs municipais
 Educadores dos Centros de Educação Infantil de Guaramirim participam de formação
Educação

Férias escolares começam hoje em Jaraguá. CMEIs mantêm atendimento

Aulas retornam no dia 2 de agosto. Turmas de berçário e maternal (educação infantil) terão atendimento normal no recesso
Férias escolares começam hoje em Jaraguá. CMEIs mantêm atendimento
Educação

Cerca de 500 crianças serão chamadas para vagas em creches municipais de Jaraguá

Berçário II contemplará crianças nascidas até 31 de março de 2020 e Maternal I, nascidas até 31 de março de 2019
Cerca de 500 crianças serão chamadas para vagas em creches municipais de Jaraguá
Geral

Governo licitará construção de um ginásio esportivo da escola Alvino Tribess

Deputado Vicente Caropreso foi informado que pedido de alvará de construção será feito ainda este mês
Governo licitará construção de um ginásio esportivo da escola Alvino Tribess
Ver mais de Educação