Educação

Fundação Estudar abre bolsas e paga até 95% dos cursos superiores

A bolsa custeia de 5% a 95% do curso, de acordo com o perfil do candidato e a duração e o local do curso

18 Jan 2020 - 06h00Por Da Redação
Fundação Estudar abre bolsas e paga até 95% dos cursos superiores - Crédito: Reprodução / Fundação Educar Crédito: Reprodução / Fundação Educar

Oportunidade para fazer graduação e pós-graduação, no Brasil e no exterior e para intercâmbios acadêmicos. A Fundação Estudar – que já formou 702 líderes brasileiros desde de 1991 – abriu esta semana inscrições para bolsas de estudo de ensino superior.

A bolsa custeia de 5% a 95% do curso, de acordo com o perfil do candidato e a duração e o local do curso.

A bolsa cobre o pagamento das mensalidades, ou anuidades dos cursos, ou despesas como moradia, transporte e alimentação.

A Fundação Estudar foi idealizada por três empresários em 1991, entre eles Jorge Paulo Lemann, o homem mais rico do país, com fortuna avaliada em R$ 104,71 bilhões, segundo a revista Forbes.

Requisitos

Para participar, o estudante brasileiro tem que ter entre 16 e 34 anos de idade.

O candidato deve estar em processo de aceitação, matriculado, ou cursando o ensino superior em uma das quatro categorias de bolsa:

Graduação completa no Brasil

Graduação completa no exterior

Pós-graduação no exterior

Intercâmbio acadêmico de graduação ou duplo diploma no exterior (com assinatura da faculdade brasileira e da internacional, se parte da graduação foi cursada no Brasil e parte no exterior)

A seleção

O Processo seletivo tem sete etapas eliminatórias:

  1. Inscrições
  2. Testes de perfil e raciocínio lógico
  3. Vídeo e questionário
  4. Entrevista online
  5. Painel com ex-bolsistas (presencial em São Paulo)
  6. Entrevista para aprofundamento da trajetória
  7. Entrevista final (presencial em São Paulo), com a participação de membros e conselheiros da Fundação Estudar, que hoje inclui os fundadores Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira.

Contrapartida

Os bolsistas escolhidos precisam assumir o compromisso de, depois de formados, doar à fundação pelo menos o valor da bolsa recebida, para beneficiar outros estudantes. Não há prazo para a devolução. Depende da trajetória profissional de cada um.

O ex-bolsista também precisa participar de projetos e atividades da Fundação Estudar, na sua área de atuação.

As bolsas

Na edição de 2019 do Fundação Estudar, os cinco cursos mais procurados pelos bolsistas de graduação foram:

Inscrições

Para se inscrever, a taxa é de R$ 75 (graduação e intercâmbio) e R$ 150 (pós-graduação).

Quem não pode pagar a taxa por razões financeiras pode solicitar a isenção. A inscrição é online, e o prazo vai até 30 de março.

A lista dos aprovados será divulgada em agosto de 2020.

Programa Líderes Estudar 2020

Valor: R$ 75 (graduação e intercâmbio) e R$ 150 (pós-graduação)

Faça a sua inscrição aqui.

Fonte: SóNotíciaBoa


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Educação

Rede municipal de ensino de Jaraguá do Sul é reconhecida como “Educação que faz a diferença”

A pesquisa, lançada recentemente, leva em conta as práticas exitosas mais comuns adotadas pelas redes
Rede municipal de ensino de Jaraguá do Sul é reconhecida como “Educação que faz a diferença”
Educação

Coronavírus em SC: Comitê debate criação de protocolos para a volta das aulas presenciais

Durante o encontro, foram apresentadas as ações iniciadas por cada um dos cinco grupos de trabalho responsáveis por elaborar os protocolos de medidas sanitárias, ações pedagógicas e outros
Coronavírus em SC: Comitê debate criação de protocolos para a volta das aulas presenciais
Guaramirim

Assinada ordem de serviço para construção de novas salas no CEI Mamãe Gansa em Guaramirim

A previsão é de que as obras iniciem na próxima semana
Assinada ordem de serviço para construção de novas salas no CEI Mamãe Gansa em Guaramirim
Educação

MEC lança protocolo para retorno às aulas em instituições federais

Objetivo é minimizar risco de contaminação e garantir segurança
MEC lança protocolo para retorno às aulas em instituições federais
Ver mais de Educação