Educação

FIESC anuncia criação da Escola S, rede de ensino formada pelo SESI e SENAI

A nova escola já nasce adaptada ao cenário de pandemia, com ensino híbrido, que alia as atividades virtuais com as presenciais, e priorizando a aprendizagem baseada na solução de problemas

27 Ago 2020 - 13h30Por Da Redação
FIESC anuncia criação da Escola S, rede de ensino formada pelo SESI e SENAI - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Uma escola, muitas escolhas. Assim se define a nova marca da rede de educação básica da Federação das Indústrias (FIESC), a Escola S. Concebida com o objetivo de oferecer uma única escola para toda a formação básica do estudante, a rede integrada por SESI e SENAI prioriza o ensino da ciência, tecnologia, engenharia, arte e matemática, a chamada metodologia STEAM. A nova escola já nasce adaptada ao cenário de pandemia, com ensino híbrido, que alia as atividades virtuais com as presenciais, e priorizando a aprendizagem baseada na solução de problemas. A proposta é oferecer ao estudante uma jornada de ensino completa – do infantil ao médio – que será implantada gradualmente nas unidades do SESI e do SENAI.

“A rede SESI SENAI está mudando para formar profissionais cada vez mais preparados para o futuro da indústria. Para isso, precisamos repensar o ensino com movimentos voltados para o trabalho, para a vida e para os complexos desafios do século 21”, salienta o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar. “Queremos ser referência em educação no nosso estado e que o estudante complete o ciclo da educação básica na Escola S”, frisa. A ampliação dessa oferta já começou este ano, com a disponibilidade de turmas do ensino fundamental (anos iniciais) em Lages e Videira. Em 2021, Joinville passa a oferecer os anos iniciais do fundamental e, Concórdia, os anos finais.

O alinhamento constante às tendências internacionais em educação permite ao estudante da Escola S desenvolver competências essenciais para o futuro. Essa premissa também é refletida na proposta pedagógica inovadora e singular que será aplicada. “São metodologias ativas, que fazem do aluno o principal agente de sua trajetória acadêmica e, do professor, um guia constante e atento às formações que podem ser trilhadas pelo estudante”, explica o diretor de educação e tecnologia da FIESC, Fabrizio Machado Pereira. A aprendizagem remota será uma grande aliada, lembra o diretor. “Ela está sendo imperativa nesse processo da pandemia por motivos óbvios e acabará sendo vital para a continuidade de algumas propostas”, acrescenta.

De acordo com a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), as próximas décadas serão marcadas por um ensino que leve em conta a aprendizagem autônoma e participativa, a partir de problemas e situações reais. É aí que entram recursos como a gamificação, a sala de aula invertida e o estudo baseado em projetos e contextualizado. “Temos priorizado o aprendizado ao longo da vida, contínuo e integrado às rotinas diárias, extrapolando os sistemas escolares formais. Buscamos oferecer um ensino que tenha significado para o aluno, em que ele seja estimulado de maneira voluntária, proativa e permanente; e que ele faça sua autogestão nesse caminho”, detalha Pereira. Outro diferencial é a parceria com o Instituto Ayrton Senna para desenvolvimento de competências socioemocionais dos estudantes, como a autoconfiança, respeito, empatia, responsabilidade, persistência e imaginação criativa.

Durante a pandemia, a rede SESI SENAI deu continuidade às atividades, utilizando diversas tecnologias educacionais como o Google for Education, o Meet, para as aulas ao vivo, e a plataforma Geekie One, um repositório no qual os estudantes podem consultar materiais e fazer atividades. Recursos cada vez mais populares, como o Whatsapp e o Telegram, também foram essenciais em algumas atividades, como na educação de jovens e adultos, por exemplo. A rede está preparada para o retorno das atividades presenciais com protocolos de segurança definidos para garantir a saúde de alunos e professores assim que houver autorização dos órgãos de saúde.   


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região?CLIQUE AQUIe receba diretono seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Educação

 Educadores dos Centros de Educação Infantil de Guaramirim participam de formação

A formação foi conduzida pela psicóloga Charlene Feldmann Chiodini que proporcionou reflexões sobre o trabalho nos CEIs municipais
 Educadores dos Centros de Educação Infantil de Guaramirim participam de formação
Educação

Férias escolares começam hoje em Jaraguá. CMEIs mantêm atendimento

Aulas retornam no dia 2 de agosto. Turmas de berçário e maternal (educação infantil) terão atendimento normal no recesso
Férias escolares começam hoje em Jaraguá. CMEIs mantêm atendimento
Educação

Cerca de 500 crianças serão chamadas para vagas em creches municipais de Jaraguá

Berçário II contemplará crianças nascidas até 31 de março de 2020 e Maternal I, nascidas até 31 de março de 2019
Cerca de 500 crianças serão chamadas para vagas em creches municipais de Jaraguá
Geral

Governo licitará construção de um ginásio esportivo da escola Alvino Tribess

Deputado Vicente Caropreso foi informado que pedido de alvará de construção será feito ainda este mês
Governo licitará construção de um ginásio esportivo da escola Alvino Tribess
Ver mais de Educação