GNet
Caraguá
Educação

Estudantes do SENAI representam Jaraguá do Sul e região no SC Moda e Cultura

Iniciativa que integra indústria e instituições de ensino, a edição 2021 do SCMC - Santa Catarina Moda e Cultura conta mais uma vez com a participação de acadêmicos da Faculdade SENAI de Jaraguá do Sul

22 Nov 2021 - 19h00Por Janici Demetrio
Estudantes do SENAI representam Jaraguá do Sul e região no SC Moda e Cultura - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Representando o curso superior de Design de Moda, os estudantes participam do projeto Moda Amanhã, um dos 4 desafios do qual a equipe do SENAI participa na plataforma SCMC que, desde 2005 atua com o propósito de fortalecer a cadeia têxtil catarinense.

Para a coordenadora do curso, Márcia Sotoriva, a presença dos estudantes em projetos fora do ambiente de sala de aula representa uma oportunidade de ganho que vai além do aprendizado.

“Eles vivenciam o que o mercado espera de cada um como profissional, lhes dando a chance de aplicarem o conhecimento adquirido durante o tempo de curso”, assinala Márcia.

Um dos aspectos que a professora destaca é a motivação dos jovens ao se sentirem engajados em algo que poderá se tornar realidade como produto.

Paulo Saban, professor-orientador da turma que representa os estudantes no SCMC, avalia que a experiência é muito valiosa à formação e uma vitrine ao mercado de trabalho.

“É muito significativo que eles sejam desafiados a propor soluções aos desafios reais que a indústria da moda lhes apresenta”, pontua.

Segundo ele, faltando uma etapa das quatro já realizadas da edição 2021, muito mais do que a possibilidade de premiação, é visível o entusiasmo dos estudantes com o resultado obtido até aqui.

“A qualidade das propostas faz com que muitos dos acadêmicos recebam propostas de trabalho ainda durante o período de formação, o que demonstra a importância de se dedicarem à busca de soluções criativas e inovadoras”, ressalta Saban.

No SCMC o SENAI de Jaraguá do Sul está representado por Bruna Garcia Pereira, Caroline Andriele Milbratz, Fernanda Cristina de Oliveira, Rebeca Cristina de Oliveira e Willei Alexandre Cardoso.

“Como estudante da última fase do curso, tenho a oportunidade de aplicar o que aprendi nos semestres anteriores da faculdade. Cada desafio trouxe um problema diferente, envolvendo questões como sustentabilidade na moda e branding”, diz Caroline.

Ela destaca que cada integrante da equipe tem suas qualidades e conhecimentos individuais, colaborando como um time, com nítido crescimento e desenvolvimento pessoal e profissional do primeiro ao último projeto. A aluna Rebeca Cristina de Oliveira também reconhece a importância da iniciativa de unir indústria e academia.

“É ótimo ter esse contato direto com a indústria e conhecer o processo de grandes marcas. Entender a apresentar soluções para cada desafio é trabalhoso, mas desperta o melhor em cada um da equipe. Estou adorando usar minha criatividade para desenvolver slides, vídeos e proposta inovadoras, além do bônus de poder viajar para novos lugares e ter a mentoria com pessoas que nos incentivam”, garante.

Uma das viagens organizadas pelo SCMC possibilitou aos estudantes participarem recentemente do evento Semana de Lançamentos Denim City, em São Paulo, que apresentou as novidades dos principais nomes do setor de tecelagem, aviamentos, beneficiamento têxtil e tecnologias do setor. Para o professor Paulo Saban, trata-se de um dos acontecimentos mais representativos da cadeia produtiva que envolve o segmento de vestuário, permitindo aos acadêmicos conhecerem propostas inovadoras para as confecções, materiais de maior eficiência na produção, alta tecnologia e sustentabilidade, entre outras características dos produtos lançados pelas têxteis.

Faculdade colaborativa faz a diferença

Na elaboração das propostas os alunos contam com a estrutura da instituição e o modelo diferenciado de ensino proposto pela Faculdade SENAI, que envolve a colaboração de indústrias no layout de salas de aula e na estruturação dos laboratórios de aprendizagem. O formato lançado há alguns anos de modo pioneiro na unidade do SENAI de Jaraguá do Sul torna possível a integração entre indústria e escola, entregando ao mercado profissionais identificados com a realidade do setor produtivo.

Márcia Sotoriva e Paulo Saban reforçam a importância do ambiente colaborativo para que os estudantes percebam também o seu papel na comunidade. Isso se dá com o envolvimento em projetos sociais desde o ingresso na faculdade até o trabalho final de conclusão.

No SENAI, os acadêmicos do curso de Design de Moda se associam em diferentes frentes. Uma delas é a realização no primeiro semestre de uma campanha que arrecadou mais de 1000 peças de roupas doadas para a Paróquia São Francisco Xavier e repassadas a famílias com vulnerabilidade social. Nesta campanha, as estudantes Bruna Müller Galdino, Manuelly Cristiny da Silva Santana e Maria Clara Kienen de Rezende tiveram a ideia de sortear prêmios entre as pessoas que doaram peças, além de organizarem a divulgação para motivar a participação da comunidade.

Em outro projeto neste segundo semestre, a meta é auxiliar a instituição Casa do Caminho na preparação de kits para recém-nascidos, incluindo desde fraldas e itens para a higiene dos bebês, até o desenvolvimento de moldes para a produção de peças de vestuário, captação de tecido junto a empresas doadoras, treinamento das voluntárias para a confecção dos materiais e a divulgação do trabalho da entidade junto à comunidade.

O terceiro projeto, denominado “Moda sem limite”, que se estende até o final do curso, envolve pesquisa apontando que dificuldades as pessoas enfrentam para encontrar vestuário que atenda necessidades específicas, como roupas para bebês que nascem prematuramente ou mesmo para as mães que recém deram à luz.

Há ainda uma iniciativa que envolve indústrias da região visando estimular os estudantes ao desenvolvimento de peças ambientalmente sustentáveis. Neste trabalho, os alunos recebem sobras de materiais usados por indústrias que podem ser reutilizados em peças, como material acrílico, plásticos ou tecidos.

“É uma proposta interessante porque mostra aos estudantes as diversas possibilidades de reuso de materiais que a indústria em um determinado processo não tem interesse em tornar um outro produto”, observa a coordenadora do curso Márcia Sotoriva.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e região? Participe dos nosso grupos do WhatsApp ou do Telegram! 

GNet

Matérias Relacionadas

Educação

Massaranduba deve receber novo ônibus escolar 

O Governo do Estado vai entregar 40 ônibus para reforçar o transporte escolar.
Massaranduba deve receber novo ônibus escolar 
Educação

Decreto autoriza aulas 100% presenciais para todos os estudantes em SC

A mudança será possível com o fim da exigência de distanciamento mínimo entre os alunos nas salas de aula.
Decreto autoriza aulas 100% presenciais para todos os estudantes em SC
Educação

Governo detalha calendário escolar de 2022 da rede estadual de SC

O início das aulas está marcado para o dia 7 de fevereiro
Governo detalha calendário escolar de 2022 da rede estadual de SC
Educação

Sancionado projeto de lei que garante absorventes higiênicos a estudantes de SC

A distribuição começa já no próximo ano letivo da rede estadual.
Sancionado projeto de lei que garante absorventes higiênicos a estudantes de SC
Ver mais de Educação