Covid - 19
Educação

Educação virtual de Jaraguá é referência para o país

Mais de 20 mil estudantes são atendidos no novo sistema

05 Jun 2020 - 14h00Por Da Redação
Educação virtual de Jaraguá é referência para o país - Crédito: Divulgação / PMJS Crédito: Divulgação / PMJS

O isolamento social imposto pelo coronavírus trouxe desafios enormes em todas as áreas e não só na saúde. Se a maior preocupação tem sido preservar a vida das pessoas, para isso, uma série de mudanças teve que ser rapidamente colocada em prática em todos os setores.

A educação é um dos grandes, talvez o maior, exemplo disso. Na Prefeitura de Jaraguá do Sul, são mais de 20 mil estudantes e suas famílias atendidas pela Secretaria Municipal de Educação. Com o fechamento das escolas determinado pelo governo do Estado, em março, de um dia para o outro, as salas ficaram vazias. Ou melhor, as salas físicas.

Porque imediatamente uma força tarefa foi montada sob a coordenação da secretária Ivana Atanásio Dias para criação das salas virtuais. Hoje, são 955 salas, uma para cada turma, de cada escola e centro de educação infantil. Aluno por aluno, professor por professor, cada coordenador e supervisor foi inserido por técnicos do setor de TI da Prefeitura na sua respectiva sala de aula virtual. Nos cinco primeiros dias após o fechamento, foram criadas as 654 primeiras, somando mais de 16 mil alunos. Os centros de educação infantil vieram em seguida.

Segundo o diretor da Secretaria de Educação, Antônio de Souza, os avanços tecnológicos aplicados no ensino público em Jaraguá do Sul são referência já para o país inteiro. “Brinco que evoluímos um século em um mês. Temos sido procurados por diversos municípios de diferentes estados, seja da iniciativa pública ou privada, para mostrar o que fizemos e como fizemos. E é um orgulho porque desenvolvemos tudo aqui dentro”, detalha.

Reconhecendo os bons resultados, o prefeito Antídio Lunelli afirma que o período tem imposto dificuldades a todos, mas também criou espaço para superação e inovação. “A rotina de todo mundo foi duramente alterada. E nossa rede de ensino conseguiu inovar de maneira impressionante na parte tecnológica, mas mantendo toda atenção na qualidade de ensino. A gente sabe que o contato próximo, presencial, com o professor faz falta, mas não tenho dúvida de que nossa equipe está fazendo um excelente trabalho”, avalia.

"É preciso dizer que o sucesso das salas digitais não está no equipamento, mas no trabalho humano dos profissionais da educação”

Sistema automatizado de controle
A evolução de todo sistema tem sido constante. Antes da pandemia, a rede municipal de ensino já contava com o Google Classroom, porém, a tecnologia ficava restrita a alguns momentos em sala de aula, realidade bem diferente da atual. Ivana lembra que após a primeira etapa de criação das salas e inclusão dos alunos um a um, o trabalho da equipe técnica foi avançar ainda mais para garantir a geração de relatórios automáticos, como sobre a presença dos alunos, a entrega de trabalhos, avaliações e tarefas. Não só isso, outro robô criado internamente avisa a coordenação pedagógica se há falha na publicação de algum conteúdo.

“Todo controle é feito pela Secretaria de Educação. Se identificamos algum problema acionamos o professor imediatamente. Os conteúdos devem seguir o padrão de ensino e o nosso planejamento pedagógico. É preciso dizer que o sucesso das salas digitais não está no equipamento, mas no trabalho humano dos profissionais da educação”, diz Ivana.

Os professores fazem publicações diárias, aplicam novos conteúdos, enviam tarefas, trabalhos e provas. Com esse controle, o boletim do primeiro trimestre será enviado por e-mail aos pais no começo da segunda quinzena de junho. Os alunos que tiveram dificuldade e entraram nas salas de aula com atraso no início do programa serão avaliados posteriormente.

Suporte constante
Atenta à necessidade de dar suporte aos estudantes que têm dificuldade de acesso á tecnologia, a Secretaria de Educação forneceu chip com internet a cerca de 450 famílias. Em alguns casos, também um aparelho de celular foi emprestado. Mas o suporte dado pela Prefeitura foi bem além disso. Técnicos de TI chegaram a ir em algumas residências auxiliar a resolver os problemas de acessos.

Com o sistema automatizado, os diretores também entram em contato com os pais para avisar se o estudante não está em dia com as atividades e auxiliar nas dificuldades.

Recesso na próxima semana
A rede municipal de ensino estará em recesso na próxima semana, do dia 8 ao dia 12 de junho, somando quatro dias uteis de descanso. “É importante dar esta pausa para que todos os envolvidos no processo, alunos, pais e professores, possam descansar”, relata Ivana ressaltando que o Município cumprirá as 800 horas aulas letivas anuais.

Trabalho paralelo
Enquanto as escolas e centros de educação estão vazios, a Secretaria Municipal de Educação investe no cabeamento de internet nas unidades. A obra, que começou pelos Centros de Educação Infantil, levará internet a todos os setores das 61 unidades educacionais. O objetivo é modernizar as estruturas e facilitar o acesso à tecnologia tanto para professores quanto para alunos. Atualmente, o sistema ainda é defasado em muitas unidades. O investimento total será de cerca de R$ 450 mil.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região?CLIQUE AQUIe receba diretono seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Educação

Sebrae: cresce interesse por cursos a distância para empreender

Inscrições este ano, até o momento, chegam a 1,5 milhão de pessoas
Sebrae: cresce interesse por cursos a distância para empreender
Educação

Rede municipal de ensino de Jaraguá do Sul é reconhecida como “Educação que faz a diferença”

A pesquisa, lançada recentemente, leva em conta as práticas exitosas mais comuns adotadas pelas redes
Rede municipal de ensino de Jaraguá do Sul é reconhecida como “Educação que faz a diferença”
Educação

Coronavírus em SC: Comitê debate criação de protocolos para a volta das aulas presenciais

Durante o encontro, foram apresentadas as ações iniciadas por cada um dos cinco grupos de trabalho responsáveis por elaborar os protocolos de medidas sanitárias, ações pedagógicas e outros
Coronavírus em SC: Comitê debate criação de protocolos para a volta das aulas presenciais
Guaramirim

Assinada ordem de serviço para construção de novas salas no CEI Mamãe Gansa em Guaramirim

A previsão é de que as obras iniciem na próxima semana
Assinada ordem de serviço para construção de novas salas no CEI Mamãe Gansa em Guaramirim
Ver mais de Educação