Covid - 19
Educação

Crianças terão aula de educação financeira

A Educação Financeira para crianças será implantada primeiramente nas três escolas integrais de Jaraguá do Sul, atingindo cerca de 500 alunos, do 1º ao 5º ano.

17 Abr 2019 - 08h40Por PMJS
Crianças terão aula de educação financeira - Crédito: Patrick Titz / PMJS Crédito: Patrick Titz / PMJS

A Secretaria de Educação de Jaraguá do Sul lançou nesta terça-feira (16), às 13h30, no hall de entrada da secretaria, o Projeto de Educação Financeira para crianças. O lançamento contou com a presença do vice-prefeito de Jaraguá do Sul, Udo Wagner, do secretário de Educação, Rogério Jung, da coordenadora do projeto e coautora do material didático, Iraci Müller.

Também estiveram presentes representantes da Viacredi, parceira do projeto, e diretores e alunos das escolas-piloto do projeto, as escolas de período integral Luiz Gonzaga Ayroso (Jaraguá 84), Ribeirão Molha (Rio Molha) e Adelino Francener (Boa Vista).

A Educação Financeira para crianças será implantada primeiramente nas três escolas integrais de Jaraguá do Sul, atingindo cerca de 500 alunos, do 1º ao 5º ano. A impressão dos livros, de autoria do renomado educador matemático Luiz Roberto Dante e da professora de economia e matemática de Jaraguá do Sul Iraci Müller, foi paga pela empresa Viacredi, por meio de parceria, sendo que o poder público não terá despesas com o projeto. Os materiais são divididos em cinco volumes. Cada um para um ano diferente. Os livros poderão ser reutilizados por mais dois anos. A ideia é que o projeto se estenda no ano que vem a todos os alunos de 1º ao 5º ano das escolas municipais de Jaraguá.

Iraci explica que o assunto será ministrado semanalmente, durante duas horas-aula, por meio de cinco professores da rede que passarão por treinamento. Os alunos aprenderão, durante a oficina educativa de alfabetização matemática, sobre a importância da organização financeira para saber o que e quando comprar, a diferença entre querer e necessitar, como poupar, entre outros assuntos. Todos adaptados à realidade das crianças de 1º ao 5º ano. “Queremos, com a educação financeira para crianças, contribuir para a autonomia financeira desses alunos quando forem jovens e adultos, evitando as dívidas. Com isso, terão mais qualidade de vida, ética e esperamos que mudem as estatísticas, que mostram os jovens de 18 a 30 anos como os mais endividados entre a população”, cita Iraci.

O vice-presidente da Viacredi, Sérgio Cadore, disse que essas 530 crianças terão uma grande oportunidade de serem mais conscientes em relação às finanças. "Se nós tivéssemos na infância a oportunidade que eles têm agora, certamente seríamos cidadãos diferentes. Se estes alunos forem capazes de administrar sua própria renda já valeu a iniciativa do programa", disse ele. 

Já o secretário de Educação, Rogério Jung, destacou a intenção de ampliar o programa para as demais escolas municipais a partir de 2020, dependendo de como será a experiência este ano com as unidades em tempo integral. "Mais do que trabalhar para manter o nosso IDEB, iniciativas como esta vêm para contribuir para uma sociedade melhor", resumiu. 

A coordenadora do Programa de Educação Financeira da Semed, Iraci Müller, enfatizou que a coleção de livros a serem utilizados pelos alunos de 1º ao 5º ano traz elementos para que os estudantes saibam diferenciar, por exemplo, o que 'querem' e o que 'precisam', além de lições sobre planejamento, orçamento, empreendedorismo, cultura de poupar, entre outros. "É importante para a formação de cidadãos mais conscientes, que se reverte numa melhor qualidade de vida", disse ela.

Para o vice-prefeito de Jaraguá do Sul, investir em crianças garante um futuro melhor para todos. "E essa parceria com a Viacredi vai oportunizar esse aprendizado aos estudantes, pois assim como cuidar da saúde é importante, também é fundamental cuidar da nossa saúde financeira", destaca. 


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

Matérias Relacionadas

Educação

Retorno das aulas presenciais segue sem data definida em Santa Catarina

Os protocolos de retomada das aulas presenciais estão em fase final e devem ser concluídos ao longo da próxima semana, com apresentação do documento finalizado em uma reunião agendada para a próxima sexta-feira, 17.
Retorno das aulas presenciais segue sem data definida em Santa Catarina
Educação

Bolsonaro anuncia Milton Ribeiro como novo ministro da Educação

Nomeação já foi publicada no Diário Oficial da União
Bolsonaro anuncia Milton Ribeiro como novo ministro da Educação
Educação

Bolsonaro promete anúncio de novo ministro da Educação nesta sexta

Presidente falou em uma pessoa "conciliadora" para o cargo
Bolsonaro promete anúncio de novo ministro da Educação nesta sexta
Educação

Sebrae: cresce interesse por cursos a distância para empreender

Inscrições este ano, até o momento, chegam a 1,5 milhão de pessoas
Sebrae: cresce interesse por cursos a distância para empreender
Ver mais de Educação