dengue
Educação

Ampliação da Escola Ricieri Marcatto deve ser concluída em breve

Hoje, a escola atende 320 alunos, da Pré I ao 9º ano.

13 Mar 2020 - 11h00Por Da Redação

Aos poucos as antigas instalações na Escola Ricieri Marcatto começam a ganhar literalmente, uma “nova e jovial aparência”, mas sem esquecer de preservar a memória dos que por ali passaram como alunos e professores em outras gerações.

Aliás, os atuais estudantes e mestres parecem não se incomodar com barulho da betoneira que mistura o cimento. Aos poucos, eles percebem que, não demora muito, irão ganhar um novo espaço para conviver e aprender.

Uma das mais entusiasmadas neste processo todo é a diretora da escola, Ieda Krüger.

“Antes nossa escola era composta apenas por quatro salas, mas com a ampliação temos agora oito”, lembrou. “O nosso refeitório era muito pequeno. A cozinha era minúscula, difícil de trabalhar. Agora temos uma cozinha bem ampla, acredito que seja uma das mais completas da rede. O refeitório também está maravilhoso. A gente tem condições de fechá-lo já que antes era um espaço aberto. As crianças têm um espaço adequado para fazer seu lanche. Temos um outro espaço, que antes era o refeitório, e que hoje vai ser usado os alunos terem um momento de lazer para dar uma arejada antes de entrar na sala de aula novamente”, explica Ieda.

A diretora menciona também melhorias a implantação de banheiros para atender, principalmente, as questões de acessibilidade. “ Antes não tínhamos banheiros para os menores e agora como temos cinco turmas de pré com crianças pequenas, a ampliação destes espaços foi feita da forma mais adequada para que estes pequenos tenham as melhores condições, em todos os sentidos", diz.

Hoje, a escola atende 320 alunos, da Pré I ao 9º ano. No entanto, com as melhorias, duas turmas que eram atendidas na Escola Estadual João Romário Moreira, desde o início deste ano, já voltaram para a Ricieri Marcatto. “Nós ansiávamos por isso. Para termos nossa professora com seus alunos, todos aqui e isto está sendo muito bom”, sorriu Ieda.

A diretora adianta que também está prevista uma sala de projetos que irá funcionar no casarão onde funcionava uma das antigas salas de aula. “Com isso, o ensino de robótica que hoje funciona na sala da biblioteca será transferido para lá”, adianta.

Também a questão do ginásio da escola foi contemplada com as melhorias, segundo Ieda. “Para conclusão da quadra só falta o piso. O restante já foi feito”. A educadora acredita que toda a reforma da escola deve ser concluída até meados de abril. 

Segundo a Secretaria de Educação da Prefeitura de Jaraguá do Sul foram investidos nas melhorias da Escola Ricieri Marcatto R$ 1,599 milhão. A reforma atinge uma área de 1121 m² e  outros 688 m² em ampliação. A estrutura contará com novas salas de aula, nova cozinha, nova secretaria, fechamento da quadra e um pátio, caixa de água, além de melhoria das salas existentes
 

Matérias Relacionadas

Educação

Alunos de São João do Itaperiú recebem uniforme no primeiro dia de aula

Já na próxima semana devem ser entregues os materiais escolares
Alunos de São João do Itaperiú recebem uniforme no primeiro dia de aula
Saúde

Zanin suspende decretos de municípios de SC que dispensavam comprovante de vacinação nas escolas

O pedido para a suspensão dos decretos foi apresentado pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL).
Zanin suspende decretos de municípios de SC que dispensavam comprovante de vacinação nas escolas
Educação

Iraci Müller assume Secretaria de Educação de Jaraguá do Sul

Emanuela Wolff pediu desligamento da função nesta segunda-feira (12)
Iraci Müller assume Secretaria de Educação de Jaraguá do Sul
Educação

CMEI na Ilha da Figueira deve ser entregue em outubro de 2024

Estrutura atenderá até 500 crianças em mais de 3,4 mil m² de área construída
CMEI na Ilha da Figueira deve ser entregue em outubro de 2024
Ver mais de Educação