vacina
ECONOMIA

Volume de serviços prestados cai 0,70% em março ante fevereiro, afirma IBGE

14 Mai 2019 - 10h46Por Vinicius Neder

O volume de serviços prestados encolheu 0,70% em março ante fevereiro, na série com ajuste sazonal, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços, informou na manhã desta terça-feira, 14, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mês anterior, o resultado foi revisto de -0,40% para -0,60%.

O resultado ficou pior que a mediana (-0,20%), mas ficou dentro das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que previam desde uma queda de 0,90% a um avanço de 0,30%.

Foi o terceiro mês seguido de queda no volume de serviços prestados ante o mês imediatamente anterior. Com isso, o primeiro trimestre fechou com queda de 0,60% ante o quarto trimestre de 2018, interrompendo dois trimestres de alta, nessa base de comparação.

Na comparação com março de 2018, houve queda de 2,30% em março, já descontado o efeito da inflação. Nessa comparação, as previsões iam de uma queda de 2,40% a um avanço de 1,20%, com mediana negativa de 1,00%.

A taxa acumulada no ano foi de 1,10%. Em 12 meses, houve elevação de 0,60% no volume de serviços prestados.

Desde outubro de 2015, o órgão divulga índices de volume no âmbito da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS). Antes disso, o IBGE anunciava apenas os dados da receita bruta nominal, sem tirar a influência dos preços sobre o resultado. Por esse indicador, que continua a ser divulgado, a receita nominal caiu 0,60% em março ante fevereiro. Na comparação com março de 2018, houve aumento na receita nominal de 1,10%.

Matérias Relacionadas

Santa Catarina

Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia

Implantação do novo sistema comercial teria apresentado instabilidade
Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia
Economia

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC
Geral

Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos

Estado poderá direcionar R$ 23 bilhões para reconstrução
Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos
Política

Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras

Ela substituirá Jean Paul Prates que pediu saída antecipada
Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras
Ver mais de Economia