ECONOMIA

Vendas do varejo estão 7% abaixo do pico registrado em outubro de 2014, diz IBGE

13 Fev 2019 - 13h16Por Daniela Amorim

O comércio varejista mostrou piora na passagem de novembro para dezembro de 2018, com queda de 2,2%, levando o patamar de vendas a ficar mais distante do pico registrado em outubro de 2014. O volume vendido operava, em dezembro, 7,0% abaixo do ponto mais alto da série, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Comércio, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em dezembro de 2016, as vendas chegaram a ficar 13,3% abaixo do ápice já registrado na série histórica.

No varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, também houve queda nas vendas em dezembro: -1,7%. O volume vendido ficou 12,3% aquém do patamar recorde alcançado em agosto de 2012. Em setembro de 2016, as vendas operavam 22,2% abaixo do pico.

Setores na comparação interanual

O comércio varejista avançou 0,6% em dezembro de 2018 ante o mesmo período do ano anterior, com taxas positivas concentradas em apenas três das oito atividades investigadas.

A principal contribuição foi de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, com avanço de 1,5% no mês. Os demais crescimentos ocorreram em Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (7,2%) e Outros artigos de uso pessoal e doméstico (2,2%).

A maior pressão negativa foi de Móveis e eletrodomésticos (-5,3%), seguido por Tecidos, vestuário e calçados (-1,6%), Livros, jornais, revistas e papelaria (-24,6%) e Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-3,3%).

O setor de Combustíveis e lubrificantes apresentou estabilidade (0,0%) em dezembro, após 17 taxas negativas consecutivas.

No comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, as vendas avançaram 1,8% em dezembro de 2018 ante dezembro de 2017, a vigésima taxa positiva seguida. O volume vendido por Veículos, motos, partes e peças cresceu 7,8%, enquanto Material de construção recuou 0,6%.

Trimestre

O volume vendido pelo varejo subiu 0,5% na passagem do terceiro trimestre para o quarto trimestre de 2018, segundo o IBGE. Na comparação com o quarto trimestre de 2017, houve aumento de 2,2% nas vendas.

Quanto ao varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, as vendas cresceram 0,3% no quarto trimestre de 2018 ante o terceiro trimestre. Na comparação com o quarto trimestre de 2017, houve crescimento de 4,4%.