Delivery Much
ECONOMIA

União tem limite de garantia aos Estados, diz porta-voz sobre plano Mansueto

13 Mai 2019 - 20h08Por Felipe Frazão e Julia Lindner

O plano Mansueto, a ser anunciado pelo governo federal nesta semana, terá um limite de R$ 13 bilhões como garantia oferecida pela União, disse nesta segunda-feira, 13, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros. O plano, que leva o nome do secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, é um auxílio do governo a Estados fora do regime de recuperação fiscal e impedidos de contrair empréstimos sem garantias da União.

Conforme o porta-voz, o foco do plano é atender os Estados com rating C para que elevem o grau até o fim do governo Jair Bolsonaro. "Os empréstimos serão liberados em divisões contratuais sob a condição de que a poupança corrente melhore anualmente, de forma que o Estado volte à classificação B em 2022", disse Rêgo Barros.

Os empréstimos serão concedidos, preferencialmente, por bancos privados e por organismos internacionais, como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), além dos bancos públicos. Não foi definido se o próprio Tesouro Nacional concederá empréstimos.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje

Serão beneficiadas 3,5 milhões de pessoas
Nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje
Economia

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões

A quina teve 75 ganhadores, com prêmio individual de R$ 32.688,93
Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões
Economia

Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano

Apesar de alta na inflação, BC decidiu não mexer na Selic
Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
Economia

Copom deve manter juros básicos em 2% ao ano, dizem analistas

Resultado da reunião será divulgado no fim da tarde
Ver mais de Economia