Joaçaba Pneus
ECONOMIA

Taxas de juros têm viés de alta com cautela global

21 Dez 2018 - 08h55Por Silvana Rocha

Os juros futuros de curto prazo já sobem em meio à cautela persistente no exterior, após terem mostrado um viés de baixa na ponta curta mais cedo, sintonizados ao dólar fraco no mercado à vista e após o IPCA-15 de dezembro ter mostrado deflação de 0,16% ante alta de 0,19% em novembro. Já as taxas longas seguem exibindo ligeira alta, de olho no avanço generalizado do dólar no exterior.

O IPCA-15 teve uma queda maior que a mediana das estimativas do Projeções Broadcast (-0,12%), mas ficou dentro do intervalo esperado (-0,20% a -0,06%), e reforça a sinalização dada pelo Banco Central recentemente de que a Selic deve ficar estável em 6,50% por um bom tempo.

Às 9h38 desta sexta-feira, 21, o DI para janeiro de 2020 exibia 6,59%, de 6,58% no ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2021 estava em 7,39%, igual ao ajuste da véspera, enquanto o vencimento para janeiro de 2023 marcava 8,65%, ante mínima em 8,62% mais cedo, de 8,63% no ajuste anterior.

O DI para janeiro de 2025 exibia 9,29%, de 9,25% no ajuste de ontem. No câmbio, o dólar à vista recuava 0,09%, aos R$ 3,8521, enquanto o dólar futuro de janeiro de 2019 subia 0,25%, aos R$ 3,8515.

No mercado de câmbio, a moeda americana oscila sem direção única, refletindo um ajuste ao fechamento anterior, quando o dólar futuro de janeiro fechou bem abaixo (a R$ 3,8420) da cotação final no mercado à vista (a R$ 3,8561).

Por isso, esse contrato futuro mostra leve alta e o dólar à vista passou a cair, depois de exibir um viés positivo nos primeiros negócios sob influência da valorização externa.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Após venda de fábrica em Schroeder, Menegotti divulga nota

Cerca de 450 pessoas trabalham na unidade
Após venda de fábrica em Schroeder, Menegotti divulga nota
Economia

Isto é Dinheiro destaca Jaraguá do Sul como modelo para o Brasil

Revista de circulação nacional conta como a cidade se tornou referência em empreendedorismo ao unir iniciativa privada e setor público
Isto é Dinheiro destaca Jaraguá do Sul como modelo para o Brasil
Economia

Para FIESC, reforma da previdência estadual é oportuna, necessária e urgente

Segundo o governo do estado, a previdência estadual tem um déficit financeiro total de R$ 4,8 bilhões anuais, considerando servidores civis e militares.
Para FIESC, reforma da previdência estadual é oportuna, necessária e urgente
Economia

WEG e Engie Brasil Energia, concluem instalação do primeiro aerogerador nacional

Turbina eólica instalada em Tubarão/SC faz parte do projeto do primeiro Aerogerador Nacional, que tem por objetivo desenvolver tecnologia e cadeia produtiva nacionais para a fabricação e instalação de equipamentos de grande porte no país
WEG e Engie Brasil Energia, concluem instalação do primeiro aerogerador nacional
Ver mais de Economia