transito
ECONOMIA

SP ajudará Ford a encontrar comprador para parque fabril, diz Doria

21 Fev 2019 - 13h58Por Caio Rinaldi

O governo do Estado de São Paulo e a Ford encerraram nesta quinta-feira, 21, reunião em que foi definida a busca de um comprador para a unidade fabril de São Bernardo do Campo, após a decisão estratégica da Ford em encerrar a operação. A informação foi transmitida no início da tarde pelo governador do Estado, João Doria (PSDB), em coletiva de imprensa.

"Em reunião longa, evidentemente dura, tentamos encontrar soluções viáveis para a Ford seguir produzindo em São Paulo", declarou Doria.

Ele informou que as unidades da montadora em Tatuí, Taubaté e o centro administrativo da Ford em São Bernardo permanecerão em operação.

"Em relação à fábrica de São Bernardo, com cerca de dois mil funcionários, governo e Ford irão buscar um comprador, de modo a garantir o emprego dos trabalhadores", disse o governador.

De acordo com ele, a unidade de Taubaté emprega 1.260 funcionários.

As reuniões com possíveis compradores terão início já na próxima semana, declarou Doria. "O governo ajudará a Ford a encontrar um comprador para o parque fabril de São Bernardo até o fim de 2019", explicou. "A ideia é que os trabalhadores mantenham seus empregos, ainda que outra marca assuma", disse.

Doria negou que haja um esvaziamento da produção de veículos no Estado de São Paulo. A avaliação foi corroborada pelo prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando.

"Com exceção da Ford, o setor automotivo tem contratado em São Bernardo e em todo Grande ABC", disse o prefeito.

Matérias Relacionadas

Economia

Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história

Cerca de 5,6 milhões de contribuintes receberão R$ 9,5 bilhões
Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história
Economia

Intenção de Consumo das Famílias avança 1,3% em maio

Esse é o segundo resultado positivo consecutivo, apurado pela CNC
Intenção de Consumo das Famílias avança 1,3% em maio
Santa Catarina

Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia

Implantação do novo sistema comercial teria apresentado instabilidade
Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia
Economia

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC
Ver mais de Economia