Dia internacional das Mulheres
ECONOMIA

Solução para impasse é a venda da fábrica, diz Doria, sobre Ford

21 Fev 2019 - 14h34Por Caio Rinaldi

O anúncio de encerramento das atividades da fábrica da Ford em São Bernardo do Campo pegou o governo de São Paulo e a prefeitura de surpresa, já que a companhia não fez qualquer tipo de aviso prévio ou solicitação às autoridades. "A decisão não foi comunicada previamente, nem houve qualquer tipo de solicitação", comentou o governador de São Paulo, João Doria, em coletiva de imprensa nesta quinta-feira.

Segundo o governador, após ser questionado se houve algum debate sobre incentivos fiscais durante a reunião com executivos da montadora, que antecedeu a entrevista, "a decisão da Ford não foi fundamentada em questões fiscais, mas sim em linha com a estratégia global da montadora". "Não há como reverter esta decisão", disse. "A solução é encontrar um comprador que, preferencialmente, possa aproveitar o parque fabril e a ampla experiência dos funcionários lá alocados", continuou, em referência aos cerca de dois mil empregos da unidade.

O secretário da Fazenda e Planejamento de São Paulo, Henrique Meirelles, contextualizou o cenário da indústria automotiva no mundo. "O setor está passando por mudanças estruturais em escala global e é preciso entender esta situação", disse.

Já o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, explicou que, apesar de a reunião não ter entrado na discussão sobre incentivos fiscais, a prefeitura atendeu a "todos os pleitos da Ford à prefeitura nos últimos dois anos".

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, que não foi chamado para este primeiro encontro do governo com a Ford, será convidado a participar "em momento oportuno", explicou Doria.

Impacto fiscal

De acordo com o prefeito de São Bernardo, caso o fechamento da fábrica venha a se concretizar, o impacto na arrecadação será de cerca de R$ 18 milhões. "São R$ 4 milhões de Imposto sobre Serviços (ISS) e outros R$ 14 milhões de Impostos sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS)", comentou.

Para Meirelles, entretanto, este impacto não se confirmará. "Havendo comprador para a fábrica, não haverá qualquer impacto sobre empregos e arrecadação. O Brasil está crescendo e o ambiente é favorável para encontrar interessados", disse o ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do Banco Central.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim

Todas as pessoas físicas podem fazer doações de recursos financeiros aos Fundos Municipais
Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim
Economia

Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol

Álcool acumula aumento de 21% desde janeiro
Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol
Economia

Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro

Setor teve expansão de 0,8% na média móvel trimestral
Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro
Economia

Em nova coleção, Malwee aposta em versatilidade e moda atemporal

Marca apresenta peças atemporais como moletons, malhas texturizadas, calças jogger, jeans e tricôs clássicos para serem usados por vários invernos
Em nova coleção, Malwee aposta em versatilidade e moda atemporal
Ver mais de Economia