ECONOMIA

Senado aprova MP que abre novo prazo para adesão ao Funpresp

19 Fev 2019 - 20h16Por Renan Truffi

O plenário do Senado Federal aprovou na tarde desta terça-feira, 19, medida provisória que reabre o prazo para adesão a previdência complementar para os servidores públicos federais pela Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp). O novo prazo para aderir ao fundo de pensão vai até o dia 29 de março deste ano.

A medida prevê que a União, suas autarquias e fundações públicas não deverão qualquer contrapartida referente aos valores de desconto já feitos sobre a base de contribuição acima do limite máximo estabelecido para os benefícios do Regime Geral de Previdência Social.

O texto também estipula que a adesão dos servidores públicos será feita de forma irrevogável e irretratável, ou seja, não poderá ser alterado ou suspenso após realizado. A Funpresp foi criada em 2012 com objetivo de complementar a aposentadoria dos servidores admitidos no serviço público após a data de sua implantação.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil
Economia

Pagamento do abono anual para segurados da Previdência é antecipado

Abono equivale ao 13º salário dos segurados
Pagamento do abono anual para segurados da Previdência é antecipado
Política

Administração de Schroeder presta contas dos primeiros 100 dias de gestão

Durante o encontro, os associados da Acias fizeram alguns questionamentos e foram prontamente esclarecidos
Administração de Schroeder presta contas dos primeiros 100 dias de gestão
Economia

Parceria entre WEG e Vale dá início a produção de eletrocentros em Minas Gerais

Contrato firmado entre WEG e Vale prevê o fornecimento de eletrocentros solares para implantação do Projeto Sol do Cerrado, um dos maiores parques de geração de energia fotovoltaica do Brasil
Parceria entre WEG e Vale dá início a produção de eletrocentros em Minas Gerais
Ver mais de Economia