ECONOMIA

Semana inicia em alta no Ibovespa apesar de ruídos sobre diesel e Previdência

15 Abr 2019 - 11h46Por Maria Regina Silva

O Ibovespa abiu em alta nesta segunda-feira, 15, apesar do noticiário que continua a exprimir cautela principalmente por causa dos últimos acontecimentos sejam relacionados ao ruído causado pela polêmica do diesel, sejam aos ligados à reforma da Previdência.

O clima desfavorável dos últimos dias se junta ao vencimento de opções sobre ações na Bolsa brasileira nesta segunda-feira, o que pode gerar volatilidade. Além disso, ressalta um operador de renda variável, o desconforto gerado após o presidente Jair Bolsonaro ter interferido em decisão da Petrobras. Na semana passada, a estatal aumentou o preço do diesel, mas logo depois recuou por determinação do governo.

"A tendência é o Ibovespa ficar de lado. Os vendidos, que são a grande maioria, devem ter tirado a arma do game e a possibilidade de puxar o índice. Isso deve jogar uma caixa d'água gelada nos comprados no vencimento de opções sobre ações", avalia o operador.

No entanto, a expectativa de um desfecho pelo menos momentâneo do caso Petrobras/governo, dá certo alento.

A despeito do ambiente ruim gerado depois da interferência do governo e ainda das palavras do presidente Bolsonaro e do ministro Guedes, sobre a questão do diesel, o economista-chefe da Rio Bravo Investimentos, Evandro Buccini, acredita que a equipe econômica conseguirá desfazer boa parte do problema.

Para Buccini, o que o mais o preocupa neste momento são as incertezas relacionadas à reforma da Previdência. Isso porque há sinais de que o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, estaria disposto a enfrentar o Centrão em uma disputa para tentar barrar a aprovação do Orçamento Impositivo. "Parte mais difícil é na CCJ, com a indicação de Onyx pode não permtir a inversão da pauta da Previdência para a do Orçamento", avalia

No exterior, American Depositary Receipt (ADR) da Petrobras opera em alta nos negócios do pré-mercado em Nova York, após o ministro da Economia, Paulo Guedes, ter afirmado no sábado que é possível "consertar" caso o presidente Jair Bolsonaro faça alguma coisa "que não seja razoável" na Economia. "Uma conversa conserta tudo", disse, após Bolsonaro ter admitido que interferiu no reajuste de preços de diesel, o que levou a empresa a perder R$ 32 bilhões em valor de mercado na sexta-feira.

Nesta segunda-feira, os investidores vão acompanhar a pela reunião interministerial, na Casa Civil, para tratar da política de reajuste para combustíveis. Já amanhã está programado um encontro de Bolsonaro com o presidente da petroleira, Roberto Castello Branco, para discutir a questão dos preços.

Às 10h11, o Ibovespa subia 0,89%, aos 93.697,31 pontos, após queda de 1,98% na sexta-feira, aos 92.875,00 pontos. Lá fora, as bolsas de Nova York indicam abertura perto da estabilidade.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Número de acessos móveis no Brasil cresce e fecha 2020 com 234 milhões

Número é maior que população porque muitos têm mais de um chip
Número de acessos móveis no Brasil cresce e fecha 2020 com 234 milhões
Economia

Caixa paga seguro-desemprego em conta poupança social digital

Benefício começa a ser pago hoje
Caixa paga seguro-desemprego em conta poupança social digital
Geral

Empresa jaraguaense inova lançando acrílico antiviral

Parecido com o acrílico convencional, o Bold NanoPower mantém alto grau de transparência e pode passar pelos mesmos processos de beneficiamento, como corte, dobra, usinagem e moldagem, sem perder o poder virucida
Empresa jaraguaense inova lançando acrílico antiviral
Economia

Dólar fecha no menor nível em um mês após acordo sobre Orçamento

Bolsa de Valores tem pequena queda em dia de ajustes
Ver mais de Economia