Campanha Sarampo
Economia

SC terá de qualificar mais de 785 mil trabalhadores em profissões industriais até 2023

02 Out 2019 - 11h16Por Da Redação
SC terá de qualificar mais de 785 mil trabalhadores em profissões industriais até 2023 -

 

Schützenfest

 

O estado de Santa Catarina terá de qualificar 785.288 trabalhadores em ocupações industriais nos níveis superior, técnico, qualificação e aperfeiçoamento entre 2019 e 2023. Os dados são do Mapa do Trabalho Industrial, elaborado pelo SENAI para subsidiar a oferta de cursos da instituição. Essas ocupações têm em sua formação conhecimentos de base industrial e por isso são oferecidas pelo SENAI, mas os profissionais podem atuar em qualquer setor da economia.

 

A demanda prevista pelo estudo inclui, em sua maioria, o aperfeiçoamento (formação continuada) de trabalhadores que já estão empregados. Em parcela menor (28%) estão aqueles que precisam de capacitação para ingressar no mercado de trabalho (formação inicial). Nesse grupo estão pessoas que vão ocupar tanto novas vagas quanto postos já existentes e que se tornam disponíveis devido a aposentadoria, entre outras razões.

 

Para o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, é fundamental incluir os trabalhadores nessa nova economia, que exige profissionais para ocupações cada vez mais tecnológicas. “O fortalecimento de toda a cadeia produtiva, o surgimento de soluções que movimentam a economia e o aumento da competitividade do país estão ligados à formação profissional. É por meio dela que vamos inserir os jovens no mundo do trabalho e atender as demandas do mercado, que busca profissionais especializados”, afirma. “Um relatório recente da OCDE demonstra que 61% das empresas brasileiras têm dificuldades para preencher vagas de área técnica. O mundo vem reconhecendo a importância da formação técnica, com propostas de ensino focadas na solução de problemas e o Brasil precisa buscar esse caminho também”, completa Aguiar.

 

Além de subsidiar a oferta de cursos do SENAI, o Mapa do Trabalho pode apoiar jovens na escolha da profissão e trabalhadores que desejam se recolocar no mercado. “O profissional qualificado de acordo com a necessidade do mundo do trabalho tem mais chances de manter o emprego e também pode conseguir uma nova oportunidade mais facilmente quando as vagas forem oferecidas”, afirma o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi. 

Matérias Relacionadas

Economia

Caixa antecipa calendário de saques de até R$ 500 do FGTS

Todas as retiradas serão liberadas até o fim deste ano
Caixa antecipa calendário de saques de até R$ 500 do FGTS
Economia

Pequenos negócios geraram 75% dos empregos formais em setembro

Micro e pequenas empresas criaram 119 mil postos no mês passado
Pequenos negócios geraram 75% dos empregos formais em setembro
Economia

Vendas do varejo sobem 0,1% de julho para agosto

O setor de veículos, motos, partes e peças caiu 1,7% e o segmento de material de construção recuou 0,8% em agosto
Vendas do varejo sobem 0,1% de julho para agosto
Economia

Safra de grãos deve crescer 6,3% e fechar com recorde em 2019

A área colhida de cereais, leguminosas e oleaginosas foi estimada em 63,1 milhões de hectares, ou seja, 3,5% a mais do que em 2018
Safra de grãos deve crescer 6,3% e fechar com recorde em 2019
Ver mais de Economia