Imobiliária Coralli
Economia

Redução do IPI chegou a dobrar a venda de veículos em Jaraguá do Sul

11 Out 2012 - 12h21

A redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), previsto para acabar neste mês, gera uma corrida nas lojas. Em algumas, há fila de espera para a entrega do carro zero. Juntas, as concessionárias catarinenses venderam 27.590 veículos em agosto e 18.110 unidades no mês passado, de acordo com dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). O presidente do Núcleo das Concessionárias de Jaraguá do Sul, Roberto Billy Theilaker, avalia de forma positiva as vendas neste período.

[jwplayer mediaid="69239"]

A expectativa para os próximos dias é de aumentar ainda mais a procura pelo carro zero.

[jwplayer mediaid="69241"]

De acordo com Theilaker a facilidade do crédito e a baixa taxa de juros impulsionam a compra através de financiamento.

[jwplayer mediaid="69243"]

Apesar da avaliação positiva o núcleo de concessionárias de Jaraguá do Sul, a Fenabrave de Santa Catarina, aponta que houve uma alta de apenas 0,57% quando comparadas as vendas dos últimos 12 meses com o mesmo período anterior, o que representou 1.126 carros a mais no Estado. As vendas não são maiores, segundo ele, porque os estoques estão baixos, principalmente no segmento de veículos entre R$ 30 mil a R$ 50 mil, que possuem motores 1.4 até 1.8.

(JANICI DEMETRIO)

Matérias Relacionadas

Economia

Ancine libera R$ 8,5 milhões para ajudar exibidoras de cinema

Recursos de fundo audiovisual vão socorrer 172 empresas
Ancine libera R$ 8,5 milhões para ajudar exibidoras de cinema
Geral

Mega-Semana pode pagar R$ 27 milhões neste sábado (15)

Timemania também será sorteada no sábado, com prêmio estimado de R$ 10,8 milhões
Mega-Semana pode pagar R$ 27 milhões neste sábado (15)
Economia

Desemprego na pandemia continua subindo e chega a 13,7%

Dados são da Pnad Covid-19, divulgada hoje pelo IBGE
Desemprego na pandemia continua subindo e chega a 13,7%
Jaraguá do Sul

Abertura de novas empresas volta a crescer em junho e julho

Medidas tomadas para minimizar impacto da crise econômica deram resultado, avalia secretário
Abertura de novas empresas volta a crescer em junho e julho
Ver mais de Economia