ECONOMIA

Queda de 6,1% na indústria ante março de 2018 é a maior desde maio daquele ano

03 Mai 2019 - 13h37Por Vinicius Neder

A queda de 6,1% na produção industrial em março ante março de 2018, informada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, 3, foi a maior nessa base de comparação desde maio do ano passado, quando houve tombo de 6,3% ante igual mês de 2017. Naquela ocasião, a greve dos caminhoneiros se abateu sobre a indústria.

Segundo o gerente da Coordenação de Indústria do IBGE, embora a intensidade da queda possa ser explicada pelo menor número de dias úteis em março de 2019, por causa do carnaval, a retirada desse efeito não melhora o quadro negativo do setor.

Se feito o ajuste sazonal, para expurgar o efeito da variação de dias úteis, a queda na produção em março ante março de 2018 seria de 3,1%, reduzindo o tombo à metade.

Só que o mesmo deveria ser feito com fevereiro, já que fevereiro de 2019 teve dois dias úteis a mais do que igual mês de 2018. Feito o mesmo cálculo para fevereiro, o resultado da produção ante fevereiro de 2018 passaria de uma alta de 2,1% para uma queda de 1,5%.

Matérias Relacionadas

Economia

Exportações catarinenses caem 5,5% no primeiro semestre

Recuo nas vendas de carnes de aves e de suínos e também de soja prejudicam desempenho no acumulado do ano; alta nas exportações de motores elétricos e madeira minimizam queda
Exportações catarinenses caem 5,5% no primeiro semestre
Economia

Senado adia votação da reoneração da folha de pagamento de 17 setores

Senado adia votação da reoneração da folha de pagamento de 17 setores
Economia

Câmara aprova texto-base da reforma tributária com trava no IVA

Inclusão de carnes na cesta básica foi aprovada em destaque
Câmara aprova texto-base da reforma tributária com trava no IVA
Economia

INPC fica em 0,25% em junho, acima da inflação oficial

Índice acumula taxas de 2,68% no ano e de 3,70% em 12 meses, diz IBGE
INPC fica em 0,25% em junho, acima da inflação oficial
Ver mais de Economia