ECONOMIA

Projeção de avanço do PIB em 2019 caiu de 2,4% para 2,1%, diz FGV

11 Mar 2019 - 20h03Por Vinicius Neder

A projeção de crescimento econômico de 2,1% neste ano ante 2018, atualizada pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), embute um cenário otimista para a atividade, afirmou Silvia Matos, coordenadora do Boletim Macro, publicado pela entidade. Mais cedo nesta segunda-feira, 11, o Ibre/FGV anunciou suas projeções para este ano, rebaixando a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2019 ante 2018 de 2,4% para 2,1%.

Segundo Silvia, o principal motivo da revisão foi estatístico. Com a divulgação, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do dado fechado do PIB de 2018, a "herança estatística" para o crescimento da atividade deste ano ficou menor.

"Essa projeção de 2,1% é relativamente otimista", disse Silvia, após o I Seminário de Análise Conjuntural 2019, no Rio, durante o qual as projeções foram anunciadas publicamente. "A demora na aprovação da reforma da Previdência cria um risco de frustração", completou a economista.

O "risco de frustração" com a aprovação da reforma da Previdência inclui tanto o tempo gasto na tramitação quanto o impacto fiscal do ajuste nas regras previdenciárias, explicou Silvia. O cenário de crescimento econômico de 2,1% considera a aprovação da reforma pelo Congresso Nacional no terceiro trimestre deste ano.

De acordo com Silvia, uma "desidratação" do impacto fiscal da reforma teria mais efeitos negativos sobre a atividade econômica do que o adiamento da aprovação para o quarto trimestre, desde que a economia gerada aos cofres públicos fique acima do cerca de R$ 1 trilhão em dez anos da proposta original.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Programa de Microcrédito de Jaraguá já tem adesão de instituição financeira

Termo de credenciamento da instituição foi assinado nesta quinta-feira
Programa de Microcrédito de Jaraguá já tem adesão de instituição financeira
Economia

Mais de 70% das indústrias têm dificuldades em conseguir matéria-prima

É o que revela pesquisa feita pela CNI
Mais de 70% das indústrias têm dificuldades em conseguir matéria-prima
Economia

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em fevereiro

Benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em fevereiro
Educação

Sicredi lança plataforma digital com cursos gratuitos para associados 

São mais de cem possibilidades de cursos
Sicredi lança plataforma digital com cursos gratuitos para associados 
Ver mais de Economia