105 Ouça
Caraguá
ECONOMIA

Projeção de alta do PIB de 2019 passa de 2,48% para 2,30%, mostra Focus do BC

06 Mar 2019 - 13h29Por Fabrício de Castro

A expectativa de alta para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2019 passou de 2,48% para 2,30%, conforme o Relatório de Mercado Focus divulgado no início da tarde desta quarta-feira, 6. Há quatro semanas, a estimativa de crescimento era de 2,50%. Para 2020, o mercado financeiro alterou a previsão de alta do PIB de 2,65% para 2,70%. Quatro semanas atrás, estava em 2,50%.

A projeção do BC para o crescimento do PIB em 2019 é de 2,4%. Esse porcentual foi divulgado no Relatório Trimestral de Inflação (RTI) de dezembro.

Em 28 de fevereiro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o PIB cresceu 1,1% em 2018. No quarto trimestre do ano passado, houve alta de 0,1% em relação ao trimestre anterior.

No relatório Focus desta quarta, a projeção para a produção industrial de 2019 seguiu com alta de 2,90%. Há um mês, estava em 3,04%. No caso de 2020, a estimativa de crescimento da produção industrial permaneceu em 3,00%, igual ao visto quatro semanas antes.

A pesquisa Focus mostrou ainda que a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2019 seguiu em 56,15%. Há um mês, estava em 56,35%. Para 2020, a expectativa permaneceu em 58,35%, ante 58,30% de um mês atrás.

Caraguá

Matérias Relacionadas

Economia

Jaraguá do Sul vai receber R$ 184 milhões no Plano 1000

Dez municípios serão contemplados com mais de R$ 1 bilhão em recursos
Jaraguá do Sul vai receber R$ 184 milhões no Plano 1000
Economia

Índice da Construção Civil registra alta de 18,65% em 2021

Em dezembro, o índice foi de 0,52%, a menor taxa mensal do ano.
Índice da Construção Civil registra alta de 18,65% em 2021
Geral

Fecarroz 2022 é cancelada

A informação foi divulgada na tarde deste segunda-feira (10)
Fecarroz 2022 é cancelada
Economia

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 6 milhões

Apostas podem ser feitas até as 19h
Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 6 milhões
Ver mais de Economia