ECONOMIA

Produção de óleo e gás pela Petrobras em 2018 cai 5%

27 Fev 2019 - 21h34Por Cristian Favaro

A produção de petróleo, LGN e gás natural da Petrobras em 2018 foi de 2,628 milhões barris de óleo equivalente por dia (boed), ficando 5% abaixo da produção do ano anterior. Deste total, 2,53 mi de boed foi no Brasil.

De acordo com a empresa, o recuo na produção total ocorreu, principalmente, aos desinvestimentos realizados nos campos de Lapa e Roncador, ao término dos Sistemas de Produção Antecipada (SPAs) de Tartaruga Verde e Itapu e ao declínio natural da produção. "Como destaque, quatro novos sistemas entraram em operação ao longo do ano: P-74, FPSO Cidade de Campos dos Goytacazes, P-69 e P-75", pondera a empresa.

No quarto trimestre de 2018, a produção de petróleo, LGN e gás natural foi de 2,659 mi de boed, queda de 2,84% na comparação com igual período do ano anterior. Na comparação com o trimestre imediatamente anterior, a produção total aumentou 6%. Segundo a empresa, o avanço decorreu sobretudo do maior volume adicionado pelas novas unidades no período.

Já a produção total do Brasil no trimestre foi de 2,566 mi de boed, queda de 2,6% na comparação com igual período do ano anterior, mas alta de 6,9% ante o trimestre imediatamente anterior.

Ainda de acordo com a empresa, em 2018, os custos com participações governamentais aumentaram em consequência dos maiores preços do petróleo no mercado internacional e do aumento da produção em campos onde há incidência de alíquotas elevadas de participação especial. "O lifting cost por barril sem participação governamental no Brasil diminuiu 4% em dólar devido aos menores gastos com intervenções em poços", disse a empresa.

Pré-sal

A produção na camada pré-sal em 2018 foi responsável por 45% do total de óleo e gás, pós-sal em águas profundas e ultra profundas, 39%; águas rasas, 5%; e campos terrestres,11%, contra 40%, 43%, 6% e 11%, respectivamente, em 2017.

"Nossa produção ficou praticamente estagnada durante os últimos cinco anos, o que é consequência de vários fatores, tais como a ausência de leilões de blocos de petróleo no Brasil por cinco anos (2008-2013), atrasos sistemáticos no desenvolvimento de projetos em parte associados às rígidas exigências de conteúdo local e o declínio natural de campos maduros", apontou a empresa.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Calendário de restituições não muda com novo prazo do Imposto de Renda

Reembolso continuará a ser feito entre maio e setembro
Calendário de restituições não muda com novo prazo do Imposto de Renda
Economia

Cooper inicia distribuição do Retorno das Sobras

Os mais de R$ 13,5 milhões chegam em forma de crédito para cooperados em um momento importante para a retomada da economia
Cooper inicia distribuição do Retorno das Sobras
Economia

Receita adia o prazo de entrega da Declaração de Imposto de Renda

Novo prazo se encerrará no dia 31 de maio
Receita adia o prazo de entrega da Declaração de Imposto de Renda
Economia

Prazo para contestar auxílio emergencial negado termina hoje

Pedidos devem ser feitos na página da Dataprev na internet
Prazo para contestar auxílio emergencial negado termina hoje
Ver mais de Economia