transito
ECONOMIA

Porta-voz: presidente não intervirá em juros dos bancos estatais

29 Abr 2019 - 20h07Por Amanda Pupo

O porta-voz do Planalto, Otávio Rêgo Barros, disse nesta segunda-feira (29) que o presidente Jair Bolsonaro "não quer" e "não irá intervir" em qualquer aspecto relacionado a política de juros de bancos estatais. "Obviamente que o presidente não quer e não intervirá em aspectos relacionados a juros nos bancos que estão em tese sob o guarda-chuva do governo", respondeu a jornalistas após ser perguntado sobre o episódio ocorrido em Ribeirão Preto, onde Bolsonaro fez um apelo pela redução dos juros do Banco do Brasil para o fomento ao crédito rural.

A declaração foi dirigida ao presidente do BB, Rubem Novaes, na abertura da feira Agrishow. "Apelo, Rubem (Novaes), para seu coração e patriotismo, que esses juros caiam um pouco mais", afirmou Bolsonaro. O porta-voz disse ainda que o presidente fez o comentário "num ambiente muito amigável", e que se a fala foi criticada foi uma "falta de oportunidade de evitar a crítica".

"Quando presidente fez esse comentário com presidente do Banco do Brasil foi um comentário num ambiente muito amigável", disse Barros.

Matérias Relacionadas

Economia

Após chuvas, Gramado tem mais de 500 hotéis e restaurantes fechados

Temporais e deslizamentos deixaram 1 mil desabrigados
Após chuvas, Gramado tem mais de 500 hotéis e restaurantes fechados
Política

Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Encontro foi proposto pelo deputado Antídio Lunelli, presidente da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Alesc
Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina
Economia

Retrocesso econômico e revogação da desoneração da folha

O governo gasta mal e pretende economizar da pior forma ao atingir o próprio desenvolvimento com perspectiva de demissões
Retrocesso econômico e revogação da desoneração da folha
Economia

Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história

Cerca de 5,6 milhões de contribuintes receberão R$ 9,5 bilhões
Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história
Ver mais de Economia