Dia internacional das Mulheres
ECONOMIA

Petrobras anuncia 'cartão caminhoneiro' que permite comprar diesel com preço fixo

26 Mar 2019 - 10h53Por Fernando Nakagawa

A Petrobras e a BR Distribuidora desenvolvem uma nova forma de pagamento para os caminhoneiros que deve reduzir a volatilidade dos preços dos combustíveis. Em fato relevante, as empresas anunciaram que trabalham na criação de um cartão de pagamentos "que viabilizará a compra por caminhoneiros de litros de diesel a preço fixo nos postos com a bandeira BR". O chamado "Cartão Caminhoneiro" será destinado aos autônomos e proprietários de frotas de caminhões.

"O diferencial que se busca é oferecer uma opção aos diversos públicos, que poderá auxiliar na gestão do risco da flutuação de preços ao consumidor", cita o fato relevante da BR Distribuidora. O cartão ainda está em desenvolvimento e as empresas acreditam que a conclusão deverá ocorrer nos próximos 90 dias.

A nova forma de pagamento para proteger caminhoneiros das oscilações de preço foi anunciada ao mesmo tempo em que a diretoria executiva da Petrobras divulgou, na manhã desta terça-feira, 26, a alteração na periodicidade de reajuste nos preços do diesel nas refinarias, que, a partir de agora, serão atualizados por períodos não inferiores a 15 dias.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Presidente e diretor de Inovação da CDL falam sobre aplicativo da entidade

Aplicativo CDL Box vai trazer benefícios para lojistas e consumidores
Presidente e diretor de Inovação da CDL falam sobre aplicativo da entidade
Geral

Abertas as inscrições para processo seletivo de recenseador do IBGE

A remuneração do profissional vai depender da produtividade, mas pode chegar a R$ 2656,00. São 161 as vagas disponíveis para Jaraguá do Sul
Abertas as inscrições para processo seletivo de recenseador do IBGE
Economia

Lunelli distribui R$ 12 milhões aos colaboradores, mesmo após ano desafiador

Lunelli distribui R$ 12 milhões aos colaboradores, mesmo após ano desafiador
Economia

Preços de produtos industrializados sobem 3,36% em janeiro

Taxa é maior que índices de dezembro (0,39%) e janeiro de 2020 (0,35%)
Preços de produtos industrializados sobem 3,36% em janeiro
Ver mais de Economia