Dia internacional das Mulheres
ECONOMIA

País deve crescer cerca de 2,5% nos próximos anos, diz Meirelles

26 Fev 2019 - 17h43Por Francisco Carlos de Assis, Gustavo Porto e Cynthia Decloedt

O secretário de Fazenda do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles, previu nesta terça-feira, 26, que o País deve crescer cerca de 2,5% ao ano pelos próximos três anos, acima da taxa potencial de expansão do Produto Interno Bruto (PIB), de 2,3%.

Dada que a demanda tem rodado abaixo da capacidade máxima de produção de produtos, Meirelles diz acreditar que a economia tem espaço para se expandir sem exercer pressões sobre a inflação. "E sem pressões sobre os preços, poderemos manter a Selic baixa pelos próximos três anos", disse o secretário de São Paulo e ex-ministro da Fazenda do governo Temer durante o 20º CEO Brasil 2019 Conference, do BTG Pactual, em São Paulo.

O Estado de São Paulo, que normalmente cresce a uma taxa 40% superior à média de crescimento nacional, deverá ter expansão de cerca 3% até 2022, afirmou Meirelles.

Desestatização

O secretário da Fazenda de São Paulo avaliou que o "relevante e decisivo" para o Estado nos próximos anos é o programa de desestatização. "O programa de desestatização não é só de privatização, mas de concessões de infraestrutura", disse Meirelles.

O ex-ministro da Fazenda citou especificamente a questão da Sabesp, considerada por ele como uma das prioridades para o atual governo. Meirelles explicou que o fato de a companhia ser majoritariamente estatal dá à empresa vantagem competitiva por possibilitar a municípios, que usam os serviços da Sabesp, a renovação de contratos sem a necessidade da abertura de concorrência pública. "Essa vantagem, no entanto, inibe o projeto de privatização da empresa."

Para Meirelles, a saída para esse impasse é a aprovação da Medida Provisória (MP) 868, a MP do Saneamento, reedição da MP 844, que retira a vantagem competitiva de estatais como a Sabesp e favorece a privatização. "Se a MP do Saneamento for aprovada, a Sabesp será privatizada. Sem a aprovação da MP, o plano B é capitalização, com venda de 49% da Sabesp", afirmou.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Arrecadação catarinense cresce 5,7% em fevereiro

Somente com ICMS, a soma foi de R$ 2,22 bilhões, de acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Fazenda (SEF/SC) nesta quinta-feira (4)
Arrecadação catarinense cresce 5,7% em fevereiro
Economia

IPTU 2021 vence dia 10 de março em Jaraguá

Quem optar pelo pagamento a vista terá desconto de 10%
Política

Licitação para reforma da escola Albano Kanzler deve ser lançada em 30 dias

Obra é aguardada há 20 anos pela comunidade
Licitação para reforma da escola Albano Kanzler deve ser lançada em 30 dias
Economia

Transporte rodoviário tem novo piso mínimo de frete

Tabela foi publicada hoje no Diário Oficial da União
Transporte rodoviário tem novo piso mínimo de frete
Ver mais de Economia