ECONOMIA

Oposição apresenta 24 requerimentos para tentar adiar votação da Previdência

17 Abr 2019 - 11h13Por Daniel Weterman e Mariana Haubert

A oposição apresentou 24 requerimentos de obstrução para tentar adiar a votação da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. A sessão estava agendada para começar às 10 horas desta quarta-feira, 17.

Há possibilidade, no entanto, de o presidente da comissão, Felipe Francischini (PSL-PR), derrubar os pedidos em bloco.

Deputados contrários à proposta do governo prometem apresentar novos requerimentos ao longo da sessão.

Tentando adiar a votação para a semana que vem, a oposição quer obstruir a sessão com requerimentos que pedem desde a retirada da proposta da CCJ até o a votação nominal da admissibilidade da reforma, o que leva mais tempo do que o modelo eletrônico.

Além disso, opositores tentarão inverter a ordem dos trabalhos e pedir a votação de itens separados do relatório, e não do parecer como um todo.

Matérias Relacionadas

Economia

Bolsonaro confirma mais duas parcelas do auxílio emergencial

Valor será menor do que os atuais R$ 600
Bolsonaro confirma mais duas parcelas do auxílio emergencial
Economia

Caixa libera saque da 2ª parcela de auxílio para nascidos em maio

Mais de 50 bancos participam da operação de pagamento
Caixa libera saque da 2ª parcela de auxílio para nascidos em maio
Economia

Petrobras reajusta em 5% preço do gás de cozinha

Preço médio da estatal será equivalente a R$ 24 por botijão de 13 kg
Santa Catarina

Empresômetro aponta mais de 946 mil empresas ativas em Santa Catarina

Nos quatro primeiros meses de 2020, foram abertos 49 mil negócios no estado
Empresômetro aponta mais de 946 mil empresas ativas em Santa Catarina
Ver mais de Economia