ECONOMIA

No leilão aeroportos, todos os blocos recebem oferta; ágio chega a 981% no NE

15 Mar 2019 - 13h00Por Daniel Weterman, Fabiana Holtz e Luciana Collet

O leilão de aeroportos realizado na manhã desta sexta-feira, 15, pelo governo federal recebeu propostas para os três blocos oferecidos à iniciativa privada. Considerado o mais atrativo em termos comerciais, o grupo de terminais do Nordeste atraiu seis interessados e a espanhola Aena lidera as ofertas com R$ 1,850 bilhão, o que representa ágio de 981,47%.

Em seguida, estão os suíços da Zurich que ofereceram R$ 1,690 bilhão, valor 887,93% acima do mínimo.

Já o consórcio Região Nordeste oferece R$ 1,488 bi pelo bloco, com ágio de 770%. Aena, Zurich e Consórcio Nordeste irão para o viva-voz.

Para o bloco sudeste, foram quatro propostas e a suíça Zurich lidera com oferta de R$ 437 milhões pelo bloco, valor com ágio de 830,15%.

Em seguida, aparecem a francesa ADP que ofereceu R$ 304 milhões (ágio de 547,06%) e a CCR que ofereceu R$ 167 milhões, com ágio de 255,47%. As três empresas deverão ir para o viva-voz.

Pelo bloco Centro-Oeste, foram duas ofertas. O Consórcio Aeroeste ofereceu R$ 20,3 mi, valor com ágio de 2.355,99% e o Consórcio Construcap-Agunsa ofertou R$ 9,092 mi pelos terminais da região, cifra com ágio de 1000%.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Renault, WEG e EDP fazem parceria para expandir estações de recarga para veículos elétricos

A WEG fornecerá as estações de recarga para veículos elétricos e a EDP será responsável pelas vistorias e pela instalação dos equipamentos
Renault, WEG e EDP fazem parceria para expandir estações de recarga para veículos elétricos
Economia

Presidente sanciona a Lei Orçamentária de 2021 com veto parcial

Texto também terá bloqueio administrativo
Presidente sanciona a Lei Orçamentária de 2021 com veto parcial
Política

Maioria do STF vota para manter decisão que considerou Moro parcial

Julgamento foi suspenso por pedido de vista do ministro Marco Aurélio
Maioria do STF vota para manter decisão que considerou Moro parcial
Economia

BC aprova obrigatoriedade de bancos ofertarem Pix por agendamento

Instituições também ganharam mais prazo para Pix Cobrança
BC aprova obrigatoriedade de bancos ofertarem Pix por agendamento
Ver mais de Economia