Joaçaba Pneus
ECONOMIA

Neoenergia conquista também Lote 3, ao oferecer deságio de 44,9% em leilão

20 Dez 2018 - 10h23Por Luciana Collet e Dayanne Sousa

A Neoenergia conquistou na manhã desta quinta-feira, 20, o Lote 3 do leilão de transmissão que acontece neste momento na sede da B3, em São Paulo. Após levar os lotes 1 e 2, a companhia também arrematou o terceiro empreendimento licitado nesta quinta-feira, ao propor receber uma Receita Anual Permitida (RAP) de R$ 69,1 milhões, para construir e operar o projeto.

O montante corresponde a um deságio de 44,9% em relação à RAP máxima estabelecida para o empreendimento, de R$ 125.418.409,00.

A empresa superou a Taesa, em disputa a viva-voz. Na primeira fase, outras cinco empresas fizeram ofertas, com lances que apresentavam desconto entre 27,46% e 38,9% em relação à RAP máxima.

A licitação do Lote 3 estava condicionada à do Lote 2. O Lote 3 é composto por uma linha de transmissão dupla entre Campos 2 e Mutum, com 478 quilômetros de extensão, passando pelos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais.

O empreendimento exigirá investimentos de R$ 753,56 milhões e deve gerar 1.507 empregos diretos, segundo estimativas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A agência explica que o projeto deve propiciar a expansão do sistema de transmissão para escoamento do potencial termoelétrico dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo. As obras têm prazo de 60 meses para serem construídas.

Um total de 38 empresas e consórcios disputam o leilão de transmissão, conforme documento disponibilizado pela Aneel. São ofertados no leilão desta quinta-feira 16 lotes de empreendimentos, com um total de 7.152 quilômetros de linhas de transmissão além de subestações com capacidade de transformação de 14.819 mega-volt-amperes (MVA) em 13 Estados do País (Amazonas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins).

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

FIESC defende redução temporária do imposto de importação do aço

O insumo teve alta superior a 100% em 12 meses e tem impactado diversos setores, principalmente a construção e o metalmecânico
FIESC defende redução temporária do imposto de importação do aço
Economia

Sine de Santa Catarina tem 5.145 vagas de emprego abertas

Todas as vagas são para contratações efetivas, os pré-requisitos e a carga horária variam de acordo com o cargo.
Sine de Santa Catarina tem 5.145 vagas de emprego abertas
Geral

Sicredi fortalece o compromisso com a agricultura familiar em SC

Atuação do Sicredi junto a agricultura familiar e em toda a cadeia produtiva do agronegócio fomenta o desenvolvimento econômico.
Sicredi fortalece o compromisso com a agricultura familiar em SC
Economia

Após venda de fábrica em Schroeder, Menegotti divulga nota

Cerca de 450 pessoas trabalham na unidade
Após venda de fábrica em Schroeder, Menegotti divulga nota
Ver mais de Economia