105 Ouça
ECONOMIA

Mourão diz que não há mais como sustentar pagamento do BPC como está agora

26 Mar 2019 - 20h00Por Daniel Weterman e Pedro Venceslau

Enquanto líderes no Congresso defendem retirar da reforma da Previdência as mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC), o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou, em palestra a empresários na capital paulista nesta terça-feira, 26, que é impossível sustentar o benefício nas regras atuais.

"Temos que olhar isso, não há mais como sustentar isso aí", declarou Mourão, lembrando que o pagamento do BPC foi regulamentado para ser pago a idosos a partir de 70 anos e que a idade foi diminuindo para 67 e depois para 65. Para o vice-presidente, a atual regra incentiva pessoas a não contribuírem por saberem que vão receber um salário mínimo a partir desse período da vida.

Salário mínimo

Além de defender mudanças no BPC, Hamilton Mourão declarou que é necessário "lidar com aquilo que chamamos de vacas sagradas", fazendo uma crítica à regra de reajustar o salário mínimo pela inflação e o crescimento do PIB - legislação que precisará ser revista pelo governo de Jair Bolsonaro. Para o vice, essas "vacas sagradas "são até hoje responsáveis por muitos dos nossos problemas" porque o salário não seria, na opinião dele, realmente "mínimo".

Matérias Relacionadas

Economia

WEG anuncia investimentos de R$ 34 milhões em Betim, Minas Gerais

Com os investimentos, a empresa estará mais capacitada para fornecer diversos produtos
WEG anuncia investimentos de R$ 34 milhões em Betim, Minas Gerais
Economia

Pesquisa aponta redução de 404 mil trabalhadores no comércio em 2020

Comércio por atacado foi o único a ampliar número de funcionários
Pesquisa aponta redução de 404 mil trabalhadores no comércio em 2020
Economia

Conta de luz em SC terá aumento médio de 11,32%

Novas tarifas entram em vigor no dia 22
Conta de luz em SC terá aumento médio de 11,32%
Economia

Empresas podem ser obrigadas a divulgar valor de salário em anúncios de empregos

Medida depende de aprovação de projeto de lei
Empresas podem ser obrigadas a divulgar valor de salário em anúncios de empregos
Ver mais de Economia