Dia internacional das Mulheres
ECONOMIA

Ministério confirma adiamento de ida de Guedes à CCJ, onde o tema seria a reforma

26 Mar 2019 - 12h46Por Adriana Fernandes

O Ministério da Economia confirmou o adiamento da ida nesta terça-feira, 26, do ministro Paulo Guedes à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara para discutir a proposta de reforma da Previdência. Em nota, o ministério informou que a equipe técnica e jurídica da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho estará à disposição para representar o ministro em audiência marcada para o período da tarde.

Segundo o Ministério da Economia, a ida do ministro à CCJ será mais produtiva a partir da definição do relator da reforma.

A possibilidade do adiamento da audiência de Guedes no colegiado havia sido informada mais cedo pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Uma fonte ouvida pela reportagem explicou que quando a audiência foi marcada, a expectativa era de que o nome do relator fosse definido ainda na sexta-feira passada, o que não ocorreu.

Por isso, a avaliação é que o melhor é esperar por essa definição. O assunto está sendo discutido pelo presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR).

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Presidente e diretor de Inovação da CDL falam sobre aplicativo da entidade

Aplicativo CDL Box vai trazer benefícios para lojistas e consumidores
Presidente e diretor de Inovação da CDL falam sobre aplicativo da entidade
Geral

Abertas as inscrições para processo seletivo de recenseador do IBGE

A remuneração do profissional vai depender da produtividade, mas pode chegar a R$ 2656,00. São 161 as vagas disponíveis para Jaraguá do Sul
Abertas as inscrições para processo seletivo de recenseador do IBGE
Economia

Lunelli distribui R$ 12 milhões aos colaboradores, mesmo após ano desafiador

Lunelli distribui R$ 12 milhões aos colaboradores, mesmo após ano desafiador
Economia

Preços de produtos industrializados sobem 3,36% em janeiro

Taxa é maior que índices de dezembro (0,39%) e janeiro de 2020 (0,35%)
Preços de produtos industrializados sobem 3,36% em janeiro
Ver mais de Economia