ECONOMIA

Merkel diz que vai lutar até o "último minuto" por um Brexit organizado

19 Mar 2019 - 09h03Por Sergio Caldas

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, comentou hoje que vai lutar até o "último minuto" para garantir um Brexit organizado, ou seja, que a saída do Reino Unido da União Europeia ocorra com base em um acordo.

O governo da primeira-ministra britânica, Theresa May, ainda não conseguiu aprovar um acordo de Brexit no Parlamento, após duas tentativas fracassadas.

A expectativa é que May solicite à UE ainda esta semana uma extensão da data final para a implementação do Brexit, que está marcada para o próximo dia 29.

Merkel disse também que a proposta de fusão que está sendo discutida entre Deutsche Bank e Commerzbank, os dois maiores bancos da Alemanha, é uma transação que deve ser decidida pelas instituições.

No fim de semana, Deutsche e Commerzbank anunciaram que iniciaram conversas para possivelmente unir suas operações, confirmando rumores que circulavam há meses.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Lojas de Jaraguá ficam abertas até 17h neste sábado

Segundo Talita Beber, presidente da CDL Jaraguá do Sul, o comércio local está preparado com promoções, ações de vendas casadas e, com foco na segurança por causa da pandemia
Lojas de Jaraguá ficam abertas até 17h neste sábado
Economia

Governo do Estado institui o Auxílio Catarina

Benefício emergencial será destinado a mais de 60 mil famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica no estado
Governo do Estado institui o Auxílio Catarina
Economia

Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia

O investimento do Executivo será superior a R$ 37 milhões, com recursos já garantidos no orçamento
Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia
Economia

Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp

Instituição financeira cooperativa oferece nova opção de transferência para os associados por meio de parceria com o Facebook
Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp
Ver mais de Economia