ECONOMIA

Marinho: mudanças no Congresso devem levar em conta 'espinha dorsal' do projeto

26 Fev 2019 - 16h59Por Idiana Tomazelli

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, afirmou nesta terça-feira, 26, que o governo está mostrando o texto da reforma da Previdência, tirando dúvidas e recebendo sugestões. Ele ressaltou, porém, que os parlamentares devem "manter a espinha dorsal" da proposta durante a tramitação no Congresso Nacional.

Essa "espinha dorsal" contempla a orientação de "quem ganha mais paga mais", que norteia a elevação das alíquotas previdenciárias para maiores salários e redução da contribuição cobrada de quem ganha menos; o combate a privilégios; e a redução das fraudes.

"Modificações que porventura gerem impacto fiscal (na economia esperada com a reforma) devem ser feitas com transparência", afirmou o secretário, que participou do tradicional almoço de terças-feiras promovido pela Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). Segundo Marinho, o governo espera que qualquer eventual mudança que afete o impacto da proposta seja compensada no próprio texto.

O secretário não detalhou quais pontos foram os principais alvos de dúvidas dos parlamentares da frente, mas destacou que o governo optou pela igualdade na idade mínima de aposentadoria rural para homens e mulheres (60 anos) a exemplo do que foi proposto nas demais aposentadorias especiais (professores e policiais).

"O governo fez a sua parte, agora cabe ao Congresso", disse Marinho. O secretário disse ainda que tanto o governo quanto os parlamentares têm consciência da situação delicada das contas.

Sobre a aposentadoria rural, o secretário informou que há irregularidades no cadastro que elevam o déficit, mas que o governo já está combatendo isso com as medidas antifraude da MP 871.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Calendário de restituições não muda com novo prazo do Imposto de Renda

Reembolso continuará a ser feito entre maio e setembro
Calendário de restituições não muda com novo prazo do Imposto de Renda
Economia

Cooper inicia distribuição do Retorno das Sobras

Os mais de R$ 13,5 milhões chegam em forma de crédito para cooperados em um momento importante para a retomada da economia
Cooper inicia distribuição do Retorno das Sobras
Economia

Receita adia o prazo de entrega da Declaração de Imposto de Renda

Novo prazo se encerrará no dia 31 de maio
Receita adia o prazo de entrega da Declaração de Imposto de Renda
Economia

Prazo para contestar auxílio emergencial negado termina hoje

Pedidos devem ser feitos na página da Dataprev na internet
Prazo para contestar auxílio emergencial negado termina hoje
Ver mais de Economia