Dia internacional das Mulheres
ECONOMIA

Marinho diz que ouve parlamentares, mas não há negociação em curso

26 Fev 2019 - 20h58Por Idiana Tomazelli

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, negou nesta terça-feira, 26, que tenha dado qualquer sinalização às bancadas partidárias na Câmara sobre quais pontos poderiam ser flexibilizados na proposta de reforma da Previdência. "Estamos ouvindo os parlamentares, mas não há qualquer negociação em curso", afirmou Marinho, que enfrentou nesta terça uma maratona de reuniões com as bancadas para detalhar os pontos da reforma.

O secretário ressaltou que qualquer eventual mudança será feita na comissão especial ou no plenário da Câmara. Ele disse ainda que "seria interessante" se os partidos da oposição chamassem o governo para o diálogo sobre a reforma.

Marinho disse ainda que "qualquer ajuda é bem-vinda", sobre a atuação do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, nas redes sociais conclamando apoio à reforma.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Banco do Brasil oferece prova de vida do INSS por aplicativo

Ferramenta diminui comparecimento às agências
Banco do Brasil oferece prova de vida do INSS por aplicativo
Geral

Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim

Todas as pessoas físicas podem fazer doações de recursos financeiros aos Fundos Municipais
Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim
Economia

Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol

Álcool acumula aumento de 21% desde janeiro
Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol
Economia

Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro

Setor teve expansão de 0,8% na média móvel trimestral
Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro
Ver mais de Economia