transito
ECONOMIA

Marinho diz a radio que 'não há decretação de sigilo, dados são públicos'

22 Abr 2019 - 18h51Por Bárbara Nascimento

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, negou nesta segunda-feira, 22, que há decretação de sigilo sobre o detalhamento dos dados da reforma da Previdência. À Rádio Globo, o secretário disse que a equipe econômica refina os números para levá-los à comissão especial de mérito e ressaltou que os dados que embasaram apresentação da proposta são públicos e estão no Congresso desde 2017.

Ele afirmou que nenhum outro governo que apresentou uma proposta de reforma da Previdência desagregou os dados do projeto. Mas garantiu que a equipe econômica irá fazê-lo.

"Não há decreto de sigilo nem hoje, nem ontem nem amanhã", disse, completando: "Queremos apresentar os dados refinados, desagregados. Mas o banco de dados contempla mais de 3 mil abas, são milhões de números que precisam ser compatibilizados para permitir maior nitidez para a ocasião do mérito da proposta".

Ele afirmou ainda que o governo não admite que haja "jabutis" no texto, ou seja, trechos de assuntos alheios à reforma da Previdência ou colocados na proposta para que haja margem para cortes na negociação. Ele disse que o governo ainda vai tentar negociar pontos polêmicos com o Congresso e minimizou as dificuldades. "Nunca vi clima tão favorável dentro do parlamento e um tema tão amadurecido", afirmou, ponderando: "É evidente que o grau de dificuldade de tramitação desse projeto é muito maior que qualquer outro".

Matérias Relacionadas

Santa Catarina

Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia

Implantação do novo sistema comercial teria apresentado instabilidade
Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia
Economia

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC
Geral

Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos

Estado poderá direcionar R$ 23 bilhões para reconstrução
Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos
Política

Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras

Ela substituirá Jean Paul Prates que pediu saída antecipada
Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras
Ver mais de Economia