Dia internacional das Mulheres
ECONOMIA

Marinho acredita que idade mínima será o mais fácil de se aprovar no Congresso

20 Fev 2019 - 15h22Por Idiana Tomazelli, Adriana Fernandes e Eduardo Rodrigues

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, afirmou nesta quarta-feira, 20, que as idades mínimas de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens devem ser os patamares mais fáceis de passar no Congresso Nacional. A equipe econômica era favorável a uma exigência igual de 65 anos para homens e mulheres, mas o presidente Jair Bolsonaro optou pela diferenciação.

"Essa é uma discussão que tentamos fazer sob a luz da racionalidade. As mulheres vivem mais que os homens, em média sete anos, mas o presidente decidiu reduzir. Nós respeitamos posição do presidente, acho que dentro do ambiente do Congresso vai ser o mais fácil de passar", afirmou Marinho, que antes de ser nomeado secretário foi parlamentar e relatou a reforma trabalhista.

Ele também defendeu as idades mínimas iguais para homens e mulheres no caso de categorias especiais, como professores e rurais (60 anos) e policiais (55 anos). "Os professores, policiais e trabalhadores rurais têm idade menor por serem atividades especiais", afirmou. Mais cedo, o secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, também havia destacado que a diferenciação dessas idades se deve à atividade, não ao gênero.

Marinho ressaltou ainda o trabalho do governo para coibir fraudes nos benefícios rurais. "Tentamos filtrar e ter maior exatidão no cadastro rural. Vamos dar benefício rural a quem de fato merece", afirmou. Ele ainda rebateu críticas de que as idades mínimas seriam severas demais em algumas regiões. "A variação de expectativa de sobrevida aos 65 anos é mínima entre regiões", afirmou.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim

Todas as pessoas físicas podem fazer doações de recursos financeiros aos Fundos Municipais
Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim
Economia

Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol

Álcool acumula aumento de 21% desde janeiro
Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol
Economia

Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro

Setor teve expansão de 0,8% na média móvel trimestral
Indústria brasileira cresce 0,4% de dezembro para janeiro
Economia

Em nova coleção, Malwee aposta em versatilidade e moda atemporal

Marca apresenta peças atemporais como moletons, malhas texturizadas, calças jogger, jeans e tricôs clássicos para serem usados por vários invernos
Em nova coleção, Malwee aposta em versatilidade e moda atemporal
Ver mais de Economia