dengue
ECONOMIA

Marcelo Caetano e Paulo Guedes reúnem-se às 14 horas para tratar da Previdência

07 Nov 2018 - 12h38Por Adriana Fernandes

O secretário de Previdência Social do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano, terá às 14 horas uma primeira reunião com a equipe de transição da área econômica do futuro governo, coordenada pelo economista Paulo Guedes, para debater os ajustes que podem ser feitos na proposta de reforma da Previdência que tramita na Câmara dos Deputados. O encontro será no CCBB, onde funciona o Gabinete da Transição.

A proposta da reforma já passou pela comissão especial e aguarda votação em primeiro turno no plenário da Câmara.

A equipe do governo Michel Temer defende a manutenção do texto negociado, depois do substitutivo aprovado na comissão.

Como informou na terça-feira, 6, o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), a reforma da Previdência foi o tema principal da conversa de Guedes com o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia.

O encontro teve, por um período, a participação do secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, que poderá vir a integrar a equipe de Guedes.

Matérias Relacionadas

Trânsito

Detran possibilitará emissão gratuita da carteira de habilitação, em Santa Catarina

Programa CNH Emprego na Pista deve beneficiar pessoas em situação de vulnerabilidade econômica e social
Detran possibilitará emissão gratuita da carteira de habilitação, em Santa Catarina
Economia

Boletim Agropecuário da Epagri aponta valorização de 13% no preço do arroz em Santa Catarina

Com 100% da safra colhida, produto teve aumento em função da enchente prolongada no Rio Grande do Sul
Boletim Agropecuário da Epagri aponta valorização de 13% no preço do arroz em Santa Catarina
Economia

Anatel adota medidas contra venda de celulares não homologados em plataformas de comércio eletrônico

Medida fortalece a regulamentação da ativação do chip FM em celulares homologados no Brasil
Anatel adota medidas contra venda de celulares não homologados em plataformas de comércio eletrônico
Economia

Em 2023, população brasileira ocupada passou dos 100 milhões

De acordo com o IBGE, 37% deles tinham carteira assinada
Em 2023, população brasileira ocupada passou dos 100 milhões
Ver mais de Economia