Joaçaba Pneus
ECONOMIA

Maia diz que Guedes tenta intervir na escolha relator Previdência

23 Mar 2019 - 17h26Por Nayara Figueiredo

Em mais um capítulo da queda de braço entre Congresso e Executivo, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não poupou nem o ministro da Economia, Paulo Guedes, a quem ele havia chamado, em entrevista publicada neste sábado pelo Estadão, de "uma ilha entre seus pares". Após almoço com o governador de São Paulo, João Doria, na residência do tucano, em São Paulo, em uma coletiva de imprensa, Maia disse que Guedes tenta intervir na escolha do relator da reforma da Previdência. "A atuação de Guedes mostra que a reforma não é tão independente (do Planalto)."

O ataque a Guedes tinha outro alvo, o presidente da República, Jair Bolsonaro. Ao mesmo tempo em que Maia dava a coletiva na capital paulistana, o capitão da reserva falava com a imprensa no Chile, antes de embarcar para o Brasil, depois de sua viagem oficial àquele país. E os ataques foram mútuos. No Chile, Bolsonaro disse não entender porque o presidente da Câmara estava tão agressivo com ele.

Rodrigo Maia não quis comentar as críticas que Bolsonaro fez, na coletiva de imprensa que concedeu no Chile. Contudo, disse crer em "uma distorção na fala do presidente", quando ele se referiu ao seu suposto "tom agressivo".

"Não uso redes sociais para agredir ninguém, uso para informar os eleitores. Farei sempre a defesa do respeito institucional, como líder da Câmara dos Deputados", ressaltou.

Também neste sábado, Bolsonaro havia declarado que há atritos na Câmara porque alguns deputados ainda estão apegados ao que chama de velha política. Parlamentar veterano, Maia afirmou, por sua vez, que quer construir a "nova política", pois foi reeleito e tem mais um mandato na Casa.

Questionado quanto a quem pertence a responsabilidade de articulação pela reforma da Previdência, Maia afirmou que o parlamento vai permanecer como um ponto de diálogo e a reforma será debatida democraticamente. "É assim que a democracia funciona", acrescentou.

Após a agenda da Previdência, Maia diz que seu foco será a reforma tributária.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Isto é Dinheiro destaca Jaraguá do Sul como modelo para o Brasil

Revista de circulação nacional conta como a cidade se tornou referência em empreendedorismo ao unir iniciativa privada e setor público
Isto é Dinheiro destaca Jaraguá do Sul como modelo para o Brasil
Economia

Para FIESC, reforma da previdência estadual é oportuna, necessária e urgente

Segundo o governo do estado, a previdência estadual tem um déficit financeiro total de R$ 4,8 bilhões anuais, considerando servidores civis e militares.
Para FIESC, reforma da previdência estadual é oportuna, necessária e urgente
Economia

WEG e Engie Brasil Energia, concluem instalação do primeiro aerogerador nacional

Turbina eólica instalada em Tubarão/SC faz parte do projeto do primeiro Aerogerador Nacional, que tem por objetivo desenvolver tecnologia e cadeia produtiva nacionais para a fabricação e instalação de equipamentos de grande porte no país
WEG e Engie Brasil Energia, concluem instalação do primeiro aerogerador nacional
Economia

Saiba se você tem direito e como fazer o cadastro para receber o auxílio emergencial

A expectativa é que 67 mil pessoas sejam beneficiadas em Santa Catarina
Saiba se você tem direito e como fazer o cadastro para receber o auxílio emergencial
Ver mais de Economia