ECONOMIA

Juros têm viés de baixa com dólar fraco

19 Dez 2018 - 09h29Por Silvana Rocha

Os juros futuros mostram viés de baixa, influenciados pela queda do dólar ante o real em meio à melhora do humor nos mercados internacionais e a espera do desfecho da reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) no fim da tarde.

Às 9h43, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2021, mais negociado, indicava taxa de 7,49%, de 7,51% no ajuste de terça-feira. O DI para janeiro de 2023 caía a 8,83%, de 8,86% no ajuste de terça. No câmbio, o dólar à vista caía 0,24%, a R$ 3,8944. O dólar futuro de janeiro recuava 0,49%, a R$ 3,8940.

Lá fora, o ambiente está positivo nas bolsas e o dólar cai em relação a divisas principais e opera misto ante a maioria das moedas emergentes e ligadas a commodities. A aposta para hoje dos mercados é de uma alta de 0,25 ponto porcentual dos juros dos Fed Funds nos Estados Unidos, para a faixa de 2,25% a 2,50% ao ano, e uma sinalização de pausa ou desaceleração no ritmo de aperto por causa dos indícios de desaceleração da economia global e temores de que os EUA voltem a enfrentar uma recessão.

No mercado doméstico, o investidor deve monitorar a reunião do presidente eleito, Jair Bolsonaro, com sua futura equipe ministerial em dia de expectativas pelo depoimento de Fabrício de Queiroz, policial militar e ex-assessor e motorista do filho e senador eleito Flávio Bolsonaro, ao Ministério Público do Rio.

Faz 10 dias que Queiroz não aparece nem fala, desde que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) identificou as 'movimentações atípicas' de R$ 1,2 milhão em um ano, em sua conta bancária. Queiroz é aguardado no Ministério Público do Rio para esclarecer, entre outros pontos, o cheque de R$ 24 mil destinado à futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Na terça, o presidente eleito ignorou o assunto nas redes sociais, mas Flávio Bolsonaro disse que o relatório do Coaf veio à tona para prejudicar o futuro governo uma vez que "tem um monte de gente lá nessa situação também, similar. E completou: "Se alguém tem dúvida disso, não está sabendo ler nas entrelinhas."

Coluna hoje do Broadcast Político lembra ao senador eleito pelo Rio de Janeiro, que o relatório do Coaf cita também assessores de outros deputados da Alerj, num total de 74 servidores que atuam com deputados de vários partidos, ressalta o Broadcast Político.

Matérias Relacionadas

Economia

Sorteio da Quina de São João será neste sábado

Prêmio de R$ 170 milhões é o maior do concurso
Sorteio da Quina de São João será neste sábado
Economia

Banco Central nega possibilidade de golpe com Pix agendado

Segundo órgão, mensagem que circula na internet não passa de rumor
Banco Central nega possibilidade de golpe com Pix agendado
Economia

Governo deve anunciar prorrogação do auxílio nesta semana, diz Guedes

Ministro se reuniu com empresário na Fiesp, em São Paulo
Governo deve anunciar prorrogação do auxílio nesta semana, diz Guedes
Política

Secretário e deputados discutem aperfeiçoamento do Prodec

A iniciativa visa tornar os benefícios do principal programa de incentivo ao desenvolvimento da indústria mais acessíveis ao investidor
Secretário e deputados discutem aperfeiçoamento do Prodec
Ver mais de Economia