transito
ECONOMIA

Juros oscilam ao redor da estabilidade com dólar fraco e chegada da reforma

20 Fev 2019 - 11h10Por Silvana Rocha

Os juros futuros operam perto dos ajustes anteriores, com viés de alta, em à perda de força do dólar à vista na manhã desta quarta-feira, 20, decorrente da chegada do presidente Jair Bolsonaro à Câmara para entregar a PEC da reforma da Previdência.

Às 9h43, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2021, o mais negociado, indicava 7,00%, ante 6,99% do ajuste anterior. O DI para janeiro de 2023 estava a 8,09%, ante 8,06% no ajuste anterior. Já o dólar registrava mínima, a R$ 3,7114 (-0,13%).

Também nesta quarta o ministro da Economia, Paulo Guedes, se reúne com governadores, e outros membros do Ministério concederam coletiva para falar da reforma, às 10h15.

Mais cedo, o Índice de Confiança da Indústria (ICI) apurado na prévia da sondagem de fevereiro da Fundação Getulio Vargas (FGV) teve um avanço de 0,9 ponto em relação ao dado fechado de janeiro, para 99,1 pontos. O resultado representa o maior patamar desde agosto de 2018.

Matérias Relacionadas

Santa Catarina

Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia

Implantação do novo sistema comercial teria apresentado instabilidade
Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia
Economia

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC
Geral

Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos

Estado poderá direcionar R$ 23 bilhões para reconstrução
Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos
Política

Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras

Ela substituirá Jean Paul Prates que pediu saída antecipada
Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras
Ver mais de Economia