ECONOMIA

Juros fecham em alta refletindo preocupação com Previdência se Bebianno sair

18 Fev 2019 - 17h54Por Denise Abarca

Os juros futuros fecharam a sessão regular desta segunda-feira, 18, em alta nos contratos de médio e longo prazos, enquanto os curtos encerraram perto dos ajustes das sexta-feira. O avanço foi mais acentuado nos vencimentos a partir de 2023, mais sensíveis ao risco fiscal, refletindo os temores sobre o futuro da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência, em caso de demissão do ministro da Secretaria-Geral da Previdência, Gustavo Bebianno. A exoneração dele já foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, mas ainda não foi publicada no Diário Oficial.

A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2020 fechou em 6,395%, ante 6,370% no ajuste de sexta-feira, e a do DI para janeiro de 2021 subiu de 6,931% para 7,00%. A taxa do DI para janeiro de 2023 avançou de 8,022% para 8,12% e a do DI para janeiro de 2025, de 8,531% para 8,66%.

Bebianno vem sendo acusado de supostas irregularidades nas campanhas eleitorais do PSL ocorridas na época em que ele presidia o partido, o mesmo do presidente Bolsonaro.

A crise cresceu quando o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), um dos filhos do presidente, chamou Bebianno de mentiroso, declaração que foi reforçada pelo próprio presidente. O ministro disse estar sendo ameaçado.

O mercado vê o episódio com preocupação, pois o próprio presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), admitiu que uma eventual saída de Bebianno poderia afetar a tramitação da reforma.

Além do atraso, outro temor é de uma diluição adicional no ajuste fiscal trazido na proposta como retaliação do partido. "Pelo episódio em que foram colocadas eventuais prestações de contas e licitações de recursos em Pernambuco, a demissão do Bebianno seria uma coisa absolutamente injusta", afirmou o senador Major Olímpio (PSL-SP), mas ele negou que isso possa alterar o cenário para reformas. "Não vai modificar em absolutamente nada".

Segundo o secretário da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, Bolsonaro vai entregar pessoalmente a proposta de reforma no Congresso na quarta-feira, quando também haverá entrevista coletiva para detalhar a proposta.

Numa segunda-feira, em que os mercados norte-americanos estiveram fechados em função do feriado do Dia do Presidente nos EUA, o "caso Bebianno" foi praticamente o único condutor dos negócios domésticos, justificando também as perdas da Bolsa e a pressão no câmbio e liquidez fraca em todos os ativos locais.

Às 16h29, o dólar à vista estava em R$ 3,7322 (+0,73%) e o Ibovespa caía 0,91%, abaixo dos 97 mil pontos.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Decreto estadual mantém medidas contra a Covid-19 por mais duas semanas

Todas as atividades deverão observar os protocolos e regramentos sanitários específicos estabelecidos pela Secretaria de Estado da Saúde
 Decreto estadual mantém medidas contra a Covid-19 por mais duas semanas
Geral

Jaraguá do Sul é destaque no Dia Mundial da Reciclagem

Dados de uma pesquisa referente ao ano de 2020, revelaram que 91% da população entrevistada em nosso município pratica a reciclagem em suas residências.
Jaraguá do Sul é destaque no Dia Mundial da Reciclagem
Economia

Senado aprova suspensão no aumento de preço de medicamentos em 2021

Texto determina a reversão de reajustes já aplicados neste ano
Senado aprova suspensão no aumento de preço de medicamentos em 2021
Economia

Programa de redução de salário preserva 1,5 milhão de empregos

Empresas de serviço e de comércio têm usado mais programa do governo
Programa de redução de salário preserva 1,5 milhão de empregos
Ver mais de Economia