transito
Economia

Jovens levam mais tempo para sair do cadastro de inadimplentes, aponta Boa Vista

Tempo médio para quitação de dívidas, nesta faixa etária, caiu 87 dias de 2017 para 2018

25 Fev 2019 - 09h00Por Boa Vista SCPC

Jovens com idade até 18 anos levaram mais tempo para quitar as suas dívidas e ter o nome excluído do cadastro de inadimplentes, o Serviço Central de Proteção ao Crédito – SCPC, segundo constatou a Boa Vista. No entanto, também foi nesta faixa etária que o estudo identificou a maior redução do prazo para a quitação da dívida, após a inserção no banco de dados de negativados.

Em 2018, os jovens com até 18 anos levaram em média 152 dias para quitar a dívida que causou a inadimplência. Em 2017, o tempo médio havia sido de 239 dias. Foi nesta faixa, contudo, que se observou a maior redução do prazo em relação a 2017, 87 dias.

Os adultos com idade entre 19 e 30 anos vieram logo em seguida, com uma redução no tempo médio de 204 para 144 dias, na comparação entre 2017 e 2018. Os idosos com 60 anos ou mais, por sua vez, foram os que levaram menos tempo, cerca de 114 dias do momento da negativação até o pagamento da pendência financeira, para ter o nome excluído do SCPC. O Gráfico 1 contém o detalhamento.

Na análise da segmentação por sexo, o levantamento da Boa Vista não identificou diferença significativa entre os grupos, já que o tempo médio para a quitação da dívida, após a inserção no SCPC, foi de 151 dias em 2017, tanto para o público masculino quanto para o feminino, e em 2018, de 118 e 115 dias, respectivamente. Confira os números no Gráfico 2.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

Matérias Relacionadas

Economia

Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história

Cerca de 5,6 milhões de contribuintes receberão R$ 9,5 bilhões
Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história
Economia

Intenção de Consumo das Famílias avança 1,3% em maio

Esse é o segundo resultado positivo consecutivo, apurado pela CNC
Intenção de Consumo das Famílias avança 1,3% em maio
Santa Catarina

Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia

Implantação do novo sistema comercial teria apresentado instabilidade
Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia
Economia

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC
Ver mais de Economia