dengue
ECONOMIA

IPCA de outubro fica em 0,45% ante 0,48% em setembro, revela IBGE

07 Nov 2018 - 08h42Por Daniela Amorim

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou outubro com alta de 0,45% ante um aumento de 0,48% em setembro, informou na manhã desta quarta-feira, 7, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado ficou abaixo da mediana (+0,55%) das previsões, mas dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que previam uma alta entre 0,42% a 0,63%.

A alta de 0,45% na inflação medida pelo IPCA em outubro foi o resultado mais elevado para o mês desde 2015, quando a taxa subiu 0,82%, segundo o IBGE.

Como consequência, a taxa acumulada em 12 meses aumentou de 4,53% em setembro para 4,56% em outubro, o maior resultado desde março de 2017, quando estava em 4,57%. Em outubro do ano passado, o IPCA do mês ficou em 0,42%. A taxa acumulada pela inflação no ano foi de 3,81%.

Os técnicos do IBGE concedem entrevista coletiva ainda na manhã desta quarta-feira para comentar os resultados.

Matérias Relacionadas

Trânsito

Detran possibilitará emissão gratuita da carteira de habilitação, em Santa Catarina

Programa CNH Emprego na Pista deve beneficiar pessoas em situação de vulnerabilidade econômica e social
Detran possibilitará emissão gratuita da carteira de habilitação, em Santa Catarina
Economia

Boletim Agropecuário da Epagri aponta valorização de 13% no preço do arroz em Santa Catarina

Com 100% da safra colhida, produto teve aumento em função da enchente prolongada no Rio Grande do Sul
Boletim Agropecuário da Epagri aponta valorização de 13% no preço do arroz em Santa Catarina
Economia

Anatel adota medidas contra venda de celulares não homologados em plataformas de comércio eletrônico

Medida fortalece a regulamentação da ativação do chip FM em celulares homologados no Brasil
Anatel adota medidas contra venda de celulares não homologados em plataformas de comércio eletrônico
Economia

Em 2023, população brasileira ocupada passou dos 100 milhões

De acordo com o IBGE, 37% deles tinham carteira assinada
Em 2023, população brasileira ocupada passou dos 100 milhões
Ver mais de Economia