Joaçaba Pneus
ECONOMIA

IPC-Fipe sobe 0,54% na 1ª quadrissemana de março

12 Mar 2019 - 06h14Por Sergio Caldas

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,54% na primeira quadrissemana de março, repetindo a variação observada no encerramento de fevereiro, segundo dados publicados hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Na leitura inicial deste mês, cinco dos sete componentes do IPC-Fipe subiram com menos força, mudaram para deflação ou mostraram queda mais acentuada de preços. Foi o caso de Habitação (de 0,41% em fevereiro para 0,24% na primeira quadrissemana de março), Transportes (de 0,22% para -0,01%), Despesas Pessoais (de -0,36% para -0,44%), Saúde (de 0,29% para 0,28%) e Educação (de 0,03% para -0,02%).

Por outro lado, avançaram de forma mais acentuada os segmentos Alimentação (de 1,64% para 2,04%) e Vestuário (de 0,20% para 0,26%).

Veja abaixo como ficaram os componentes do IPC-Fipe na primeira quadrissemana de março:

- Habitação: 0,24%

- Alimentação: 2,04%

- Transportes: -0,01%

- Despesas Pessoais: -0,44%

- Saúde: 0,28%

- Vestuário: 0,26%

- Educação: -0,02%

- Índice Geral: 0,54%

Matérias Relacionadas

Economia

Exportação de SC cresce 36,3% em maio

No acumulado de janeiro a maio, os embarques do estado somaram US$ 3,8 bilhões - um aumento de 11,2% em relação ao mesmo período de 2020
Exportação de SC cresce 36,3% em maio
Economia

Programa Juro Zero libera mais de R$ 2 milhões em dois meses

Programa de Microcrédito Municipal atende micro e pequenas empresas, microempreendedores individuais e autônomos
Programa Juro Zero libera mais de R$ 2 milhões em dois meses
Economia

Bolsonaro pede a empresários para segurarem preço dos alimentos

Pedido ocorreu durante encontro no Rio de Janeiro
Bolsonaro pede a empresários para segurarem preço dos alimentos
Economia

Copom eleva taxa básica de juros para 4,25% ao ano

Decisão de elevar a Selic pela terceira vez era esperada pelo mercado
Copom eleva taxa básica de juros para 4,25% ao ano
Ver mais de Economia