ECONOMIA

Investidor reage a conflito político sobre reforma; dólar abre acima dos R$ 3,93

25 Mar 2019 - 11h11Por Karla Spotorno

Mesmo depois de ter fechado em alta forte na sexta-feira e acima dos R$ 3,90, o dólar iniciou a sessão desta segunda-feira, 25, com força ante o real e valendo mais de R$ 3,93. Pouco depois, a valorização perdeu um pouco de ímpeto, e a moeda americana engatou uma série de mínimas, reduzindo o ritmo de alta.

O comportamento é uma reação dos agentes econômicos ao conflito político nas altas cúpulas de Brasília em torno da reforma da Previdência.

O claro desconforto do mercado com a briga entre lideranças do Legislativo e do Executivo, sobretudo entre Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, e Jair Bolsonaro (PSL), presidente da República, é facilmente entendido: a aprovação da PEC previdenciária consta no cenário-base dos grandes investidores do País.

O ritmo de fortalecimento do dólar ante o real só não se mantém tão forte quanto na abertura por conta do exterior ameno nesta manhã e também do alto patamar da moeda americana no Brasil. No mercado global de moedas, o dólar tem sinais mistos ante as divisas emergentes e de economias desenvolvidas, sendo que o sinal de baixa é o que prevalece.

O euro está mais forte do que a divisa americana por conta da divulgação do índice de sentimento das empresas da Alemanha medido pelo instituto Ifo, que surpreendeu analistas ao apresentar alta em março. Já a libra está em queda, em meio à pressão sobrida pela primeira-ministra Theresa May para deixar o cargo em troca de apoio a seu acordo do Brexit. May é esperada no Parlamento às 12h30 (de Brasília) para um pronunciamento.

Às 9h22, o dólar à vista subia 0,38% aos R$ 3,9176. O dólar futuro (contrato para abril) avançava 0,26% aos R$ 3,9180.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Governo do Estado institui o Auxílio Catarina

Benefício emergencial será destinado a mais de 60 mil famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica no estado
Governo do Estado institui o Auxílio Catarina
Economia

Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia

O investimento do Executivo será superior a R$ 37 milhões, com recursos já garantidos no orçamento
Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia
Economia

Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp

Instituição financeira cooperativa oferece nova opção de transferência para os associados por meio de parceria com o Facebook
Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp
Geral

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil
Ver mais de Economia