Economia

IMA concede licença prévia para implantação de Terminal de GNL na Baía da Babitonga

Investimento é de cerca de R$ 400 milhões

26 Mar 2019 - 20h00Por SCGás
IMA concede licença prévia para implantação de Terminal de GNL na Baía da Babitonga - Crédito: Reprodução / Golar Crédito: Reprodução / Golar

O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) concedeu a licença ambiental prévia (LAP) para implantação do empreendimento Terminal Gás Sul em São Francisco do Sul. Com investimento de cerca de R$ 400 milhões, o projeto da norueguesa Golar Power pretende atender ao Sul do país com gás natural liquefeito (GNL).

A SCGÁS, que tem participação acionista de forma indireta do Governo do Estado, por meio da Celesc, está entre os potenciais compradores do terminal. Para o presidente da companhia Willian Anderson Lehmkuhl, o projeto traz segurança energética à região.

Além disso, o empreendimento dará flexibilidade para aquisição de gás natural por meio de diversos ofertantes do mundo a preços mais competitivos que os atuais, considerando que o sistema em operação depende de único supridor e de gasoduto de transporte que opera hoje no limite da sua capacidade.

“Hoje o interposto do gás da Bolívia fica no Mato Grosso do Sul. Com o terminal da Baía da Babitonga, teríamos o abastecimento mais próximo, em Santa Catarina. O GNL também é mais flexível e ajuda na interiorização do gás, por meio de redes isoladas, o que reduz os custos logísticos”, afirma o presidente da SCGÁS, Willian Anderson Lehmkuhl.

Com o GNL a interiorização da oferta da energia também poderá ser acelerada, considerando a versatilidade do produto e os custos logísticos que são bem menores em relação à operação pelo modal de gás natural comprimido (GNC) ou pela implantação de novas redes de distribuição. O gás líquido é um aliado para implantação de redes locais isoladas, a exemplo do que a SCGÁS vem realizando atualmente com obras em execução na cidade de Lages.

Mercado catarinense em expansão

A SCGÁS hoje distribui cerca de 2 milhões m³/dia de gás a quase 60 cidades catarinenses. O volume representou um crescimento de quase 8% na distribuição de gás natural no Estado. Em 2018, o número de consumidores da SCGÁS foi ampliado em 11,8%, passando de 12.069 ao final de 2017 para 13.491 em dezembro de 2018, principalmente nos mercados industrial e residencial, que registraram crescimento de 8,1% e 9,1% respectivamente. Também foram investidos R$ 23 milhões para construção de 19,5 km de rede de distribuição, alcançando uma extensão total de 1.157 km de rede implantada em Santa Catarina.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia

O investimento do Executivo será superior a R$ 37 milhões, com recursos já garantidos no orçamento
Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia
Economia

Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp

Instituição financeira cooperativa oferece nova opção de transferência para os associados por meio de parceria com o Facebook
Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp
Geral

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil
Economia

Pagamento do abono anual para segurados da Previdência é antecipado

Abono equivale ao 13º salário dos segurados
Pagamento do abono anual para segurados da Previdência é antecipado
Ver mais de Economia