Dia internacional das Mulheres
ECONOMIA

IFI: reforma é de extrema necessidade para superação da armadilha da desigualdade

25 Fev 2019 - 15h11Por Adriana Fernandes

O colegiado da Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado Federal afirma, em relatório preliminar divulgado nesta segunda-feira, 25, que a proposta de reforma da previdência do governo Jair Bolsonaro é de extrema necessidade para superação da armadilha da desigualdade de renda no País. O relatório do IFI explica aos senadores as 10 principais mudanças da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) de reforma da Previdência.

Esse relatório é um primeiro de uma série de trabalhos sobre a reforma que a IFI vai divulgar nos próximos meses. A entidade vai também fazer os seus próprios cálculos do impacto fiscal de cada medida.

O governo estimou que a PEC garante uma economia de R$ 1,1 trilhão em 10 anos.

A IFI vai fazer um banco de dados com informações sobre renda, demografia, aposentadorias, pensões e benefícios sociais. "A IFI entende que a reforma da previdência é de extrema necessidade, considerando tanto os objetivos de superação da chamada armadilha de renda média quanto da pobreza e da desigualdade no país."

Segundo o relatório, a colaboração da IFI, portanto, se dará no sentido de apoiar e oferecer bons diagnósticos e cenários, a partir da proposta recém-apresentada.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Arrecadação catarinense cresce 5,7% em fevereiro

Somente com ICMS, a soma foi de R$ 2,22 bilhões, de acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Fazenda (SEF/SC) nesta quinta-feira (4)
Arrecadação catarinense cresce 5,7% em fevereiro
Economia

IPTU 2021 vence dia 10 de março em Jaraguá

Quem optar pelo pagamento a vista terá desconto de 10%
Política

Licitação para reforma da escola Albano Kanzler deve ser lançada em 30 dias

Obra é aguardada há 20 anos pela comunidade
Licitação para reforma da escola Albano Kanzler deve ser lançada em 30 dias
Economia

Transporte rodoviário tem novo piso mínimo de frete

Tabela foi publicada hoje no Diário Oficial da União
Transporte rodoviário tem novo piso mínimo de frete
Ver mais de Economia